Arquivo de .20

Vampiros, Lobisomens e Zumbis

Posted in artigos with tags , , , , , , , on Julho 13, 2010 by rsemente

Estava imaginando o que fazer para um post de zumbi, como o proposto pelo pessoal do .20.

Depois de uma semana discutindo e pensando sobre filmes como Eclipse da saga crepúsculo (o filme ruim!!!), Underworld e afins, cheguei a conclusão que cenários que misturam os monstros são muito fodas (exceto crepúsculo que afrescalhou vampiros e lobisomens de uma lapada só).

E ai vem o lance dos zumbis: É certo que os vampiros e lobisomens são os monstros mais fodas, pelo menos como individuo, agora como conjunto os vampiros são mais fodas ainda, então como mesclar esses monstros (e outros) em um cenário fodônico?

A resposta você encontra aqui, no mundo Mundo da Morte (World of Deth).

World of Deth: O Mundo da Morte

“As pessoas procurarão a morte, mas não a encontrarão;

Vão querer morrer, mas a morte fugirá delas”

Apocalipse 9:6

“É incrível como achamos que tudo que acontece conosco é a pior coisa do mundo. Vivemos guerras terríveis no século XX, e algumas no inicio do 3º milênio. Achamos cada uma pior que a outra, e mesmo as consideramos presságios do fim dos tempos, nunca fizemos nada.

Até que o inesperado aconteceu.

O que pareceu ter sido uma grande bomba nuclear explodiu na Ásia, e tudo mudou. Todo mundo ficou surpreso, meses de especulações se passaram, incursões ao ponto de impacto foram mal sucedidas, a radiação e nuvem de fumaça em toda região impedia até os satélites de ver qualquer coisa.

Todos os países se prepararam para o pior, inclusive atomicamente. Meses de tensões e pequenas guerras explodiram por todo o mundo. Alguns viam sinais claros de atividade sobrenatural. Os religiosos acreditavam que aquilo seria o fim do mundo, e estavam certos. Crentes e estudiosos comparavam o acontecimento daquele dia como sendo o rompimento do sexto selo do apocalipse.

Até que em fim uma guerra explodiu. As informações que chegavam eram desencontradas, de ataques as grandes cidades, bombas atômicas explodindo no oceano e destruição em massa. Até os cantos mais afastados logo viram o efeito da destruição, uma camada negra cobriu o sol, um inverno nuclear havia começado.

Foi então quando tudo parecia terminado, quando não havia mais esperança, quando o fim parecia ter chegado, que algo pior aconteceu. Uma praga assolou a maior parte dos vivos. E os mortos a partir daquele dia começaram a se levantar. O verdadeiro mal acabava de acordar.”

Relatos de um sobrevivente qualquer

O cenário

O Mundo da Morte até pouco tempo era um mundo que as criaturas sobrenaturais, vampiros e lobisomens, espreitavam no escuro, ameaçando a vida dos vivos, até quando o apocalipse chegou. Uma confusa e rápida guerra nuclear ocorreu, culminou em um inverno nuclear, mas antes que qualquer criatura da escuridão tirasse proveito das eternas trevas, os mortos votaram a vida. Agora humanos, vampiros e lobisomens têm que sobreviver a hordas zumbis em um mundo de trevas eternas.

O Sistema

Não há sistema de regras próprio em Mundo da Morte, qualquer um que possua a descrição de humanos, zumbis, vampiros e lobisomens serve, mas aqueles com mais quantidade de criaturas sobrenaturais bem detalhadas, mais realistas (i.e. pode-se morrer facilmente), ou qualquer narrativista são adequados. Exemplo: GURPS, Storyteller/Storytelling, D&D, Daemon, Cair da Noite, Call of Cthulho.

Receita para transformar seu cenário no Mundo da Morte

Pegue seu cenário de sobrenatural preferido, se não houver vampiros e lobisomens, adicione os. Depois destrua o cenário com uma rápida e destrutiva guerra nuclear. Antes que os jogadores se reorganizem para colocar em prática ações no mundo de um inverno nuclear faça os mortos votarem a vida. Veja o desespero nos olhos dos jogadores, e tenha um bom jogo.

A seguir

Proxima matéria trarei mias detalhes da história do Mundo da Morte e como jogar com humanos, vampiors ou lobisomens em um mundo de zumbis.

Anúncios

Venda de livros sob Demanda!

Posted in Notícia with tags , , , , , , on Fevereiro 9, 2009 by rsemente

Encontrei o site Clube de Autores atravez do .20, e não pude deixar de conferir.

A idéia é muito boa, e parece ser pioneira no Brasil, abre novas portas para os autores alternativos, e simplifica o trabalho de autores (em encontrar uma editora e publicar seu livro), e até empresas, que podem editar/diagramar livros, mas não publicar todos os que desejem.

clube-livro-21

Para provar a idéia criei então uma conta no site, para poder entrar no site, e cadastrei os dados como autor, para poder publicar um livro, tudo de graça. Mas das coisas que falava era saber o quanto de custo seria para publicar um livro, sem levar em conta o que o autor receberia por livro. Então fui fazer essa pesquiza.

Após um bom tempo adequando um netbook, de 38 páginas, para publicar, precisando certificar página por pagina o Tamanho A5, e converte-lo para PDF, certificando que as páginas continuariam em A5, e mudando o navegador do mozilla firefox para o Internet Explorer (não sei quais das duas soluções deu certo, mas deu certo), consegui carregar o livro para ser lançado e encontrei o que queria.

O sistema monta automaticamente uma capa para o livro, baseada no titulo, sub-titulo, descrição (escolhida pelo autor), o nome do autor, e em uma imagem escolhida de uma coleção de 72 imagens. Infelizmente não há a possibilidade de adicionar uma capa própria. O autor deve criar uma ou mais etiquetas (Tags) e escolher um tema, que inclui Games e RPG, Literatura (nacional ou estrangeira), entre outros…

O custo do livro para o usuário é simples, mas ainda assim um pouco salgado:

+ X R$ Direitos Autorais

+ 5,67 R$ – Custo de Edição: Esse custo deve ser o custo do papel, custo de impressão e encadernação. Me parece barato demais, o que leva a duvidar da qualidade dos livros em si.

+ 15,00 R$ – Custos administrativos: Custo da parte dos responsáveis pela idéia e pela manutenção do site, parece um valor um pouco salgado e que se diminuísse tornaria o livro bem mais barato.

+ 8,00 R$ – Custos Logísticos: Custo de embrulho, transporte e de envio (frete), bem acessível.

* 1,13 – impostos de 13% do restante (o leão não perdoa).

Considerando o Direito autoral sendo 0,00 R$ (zero), o custo final seria 32,40 R$. Se aumentarmos esse valor para 5,00 R$, o custo aumentaria para 38,05 R$.

O mesmo livro poderia ser impresso em uma gráfica por 17,60R$, apenas o custo de 0,20R$ por página + 10,00R$ por encadernação, e se fosse vendido em PDF poderia ter o custo 5,00R$ (2,50R$ autor + 2,50R$ site) + 17,60R$ de impressão = total 22,60R$. Isso reduziria o total em 15,45R$, custando ainda menos que o serviço do site. Ou seja, se eles conseguem vender assim também consegue-se vender em PDF, alguém afim de começar esse negócio?

O único ponto que ainda não consegui saber é se a impressão é colorida ou não. Também poderia ter um espaço para colocar o ISBN caso o livro já o tenha, e me parece que o ISBN seria obrigatória, deixando esse livro sem direito a creditos especiais de publicação e distribuição.

Independente do direito autoral o custo do livro fica um pouco salgado para livros alternativos, sendo o maior valor o custo administrativo, ou seja, o pagamento pelo serviço do site.

A qualquer momento o autor pode retirar o livro de venda, sem nenhum prejuízo para ambas as partes, e todos os direitos autorais são reservados ao autor. Não há distribuição do PDF, o que não evita a pirataria, mas dificulta.

No geral é uma ótima idéia, para livros importantes e com conteúdo realmente bom, o preço sai bem em conta, e o autor poderia ter uma boa receita pelo processo (melhor que não ganhar nada). Além disso os livros que se mostrarem realmente bem vendidos tem grande chance de ser publicado pelas vias convencionais, já que o risco de insucesso é reduzido.

Até agora não há nenhum livro de RPG (que eu tenha achado), quem se habilita a ser o primeiro?

Tavernas mais do que exóticas – Parte 1

Posted in cenário with tags , , , , , , on Dezembro 23, 2008 by rsemente

Uma matéria do Nume no .20 me lembrou que tinha escrito a um tempo atrás árias tavernas bem exóticas. Eram no total 10 tavernas, e irei publicá-las aos poucos aqui. Vale apena conferir uma matéria do Blog Aldertoron, com 7 tavernas legais e detalhadas para uso imediato.

Quer um pouco?

Quer um pouco?

Espero que gostem.

Taverna das 1000 bebidas

Localização: Capital de Renja

Bebidas: Praticamente todas.

Comida: Assados em geral.

Mesas: 25

Atendimento: Cordanus, Adele, Lume e Veneri.

Acomodações:

Preço dos produtos: Especial

Esta taverna foi fundada pelo bêbado mais sóbrio já encontrado, Cordanus, um bêbado capaz de fabricar bebida mesmo estando bêbado. O inicio de seu empreendimento foi um fiasco, até desenvolver um sistema de fabricação de bebidas mais rápido que ele conseguia beber. Suas bebidas são muito boas, mas o grande sucesso (e perdição) de sua taverna não é nada disso, é a eterna promoção que ele patrocina: “Traga uma bebida e ganhe outra!”, como diz a placa na frente do seu estabelecimento.

Seu estabelecimento só aceita como pagamento de bebidas outras bebidas, onde acaba lucrando apenas com a venda de comida pelo chefe Gorbaleno, cozinheiro gordo de mão cheia, sempre carregando montes de comida e colocando dentro de seu forno especializado em carnes a moda do javali (animais preparados inteiros no fogo do forno).

Assim Cordanus obteve um acervo de bebidas maiores do mundo, cujos barris e odres cercam todo seu estabelecimento, mas devidamente lacrados e catalogados contra os ladrões mais astuciosos e bêbados que possam vir a afanar suas preciosidades.

Cordanus também aprendeu a desenvolver bebidas a partir das que recebeu, bastando tomar poucos goles para ser capaz de fabricar uma bebida extremamente semelhante à recebida. Dois fatores atrapalham seu negocio é claro, o tempo e bebidas mágicas. Por isso, magos que possam acelerar a idade das bebidas, ou encantá-las sempre são bem vindos para beber de graça, dês que suas magias funcionem e não estrague a bebida.

Adele e Lume são duas jovens atraentes que atendem no estabelecimento, mas um pouco mal humoradas, pelo menos com aqueles que tentam dar em cima delas, e atrasam o atendimento de qualquer um que faça isso. Veneri é uma velha, encarregada de organizar a taverna e colocar Adele e Lume para trabalhar. Veneri também é bastante fogosa, e dá em cima de todos os homens.

Cordanus vive na própria taverna, no enorme porão junto com a adega, que é iluminada magicamente, e muito bem decorada.

Veja Também:

Diversão na Taverna! (Artigos de RPG do Baú do Tio Nitro)

100 Blogs de RPG e mais…

Posted in Notícia with tags , , , , , , , , , , , on Dezembro 16, 2008 by rsemente

blogosferaEu não sei quantos blogs de RPG os agregadores conseguiram, agregar nesse tempo, mas eu consegui 100 Blogs! Na verdade 104, é por que de hoje de manham quando comecei a escrever essa matéria, para agora atarde já achei mais 4 blogs! Nessa conta entra apenas a barra de Bogs, não conto os links, que contém sites e portais, ou podcast e quadrinhos. Tudo bem que alguns estão repetidos, com multiplay e blog como se fosse dois blogs diferentes, e alguns não postam nada desde antes de abrir o Pergaminhos Dourados. Portanto começarei a dividir os blogs por atividade.

Primeiro os inativos, que não postam a mais de dois meses. Depois os com atualizações mensais, Blogs que publicam 1 ou dois artigos por mês. Semanais, com  3 até 15 artigos por mês (ao qual me incluo). E diárias, com blogs que publicam 4 a 7 matérias por semanas, ou seja 16 a 30, ou mais,  matérias por mês, volume suficiente para publicar uma revista de RPG por mês! Veja bem, isso matérias de RPG, sites como Ambrosia que publicam matérias sobre diversos nichos do entretenimento, só terão suas matérias de RPG Contadas, e Portais como Rede RPG e RPG Online não entram na jogada.

Isso vai mostrar a real dimensão dos blogs e da quantidade de material que é publicado. Então poderemos ver realmente os sites que estão trabalhando pesado.

Após essa notícia leve, completamos 3 meses de trabalho, e segundo o Alexa estamos em 205.205 posição dos sites mais visitados do brasil. Isso garantiu a 14º posição na 2ª divisão do Rank de dezembro da Internet RPGistica. Vale contar que a posição anterior era 25º, e que o Blog estava com menos de 3 meses. Quando um site completa 3 meses, o Alexa totaliza os acessos dos últimos 3 meses para criar suas lista de acesso, quando você tem menos do que isso, você conta com apenas 2 meses de acesso contra outros sites com 3 meses de acesso, Motivo esse que o Rolando 20, que esta se candidantando ao Best Blog Brazil, pulou da segunda divisão para a 13ª posição da primeira divisão do Rank Cinza, do blog Área Cinza.

Obtive 104 visitas em um dia só, após a publicação da matéria Mais do Mesmo: será que dá pra inovar, que comentava sobre Aldora, o cenário Reality Show do POP Dices e do RPG Online, e sobre as criticas  do Shido no .20 sobre as escolhas comuns feitas pelo público.

Apesar do crescimento do Blog, as visitas em médias não estão muito maiores, claro, isso se não for contar o fato que estou publicando menos, devido ao mestrado e aos concursos públicos semanais que estou fazendo. Mas isso já está mudando, a partir do dia 21, tentarei publicar uma matéria diária, ou quem sabe como o Rocha fez no Área Cinza, duas matérias diárias por 10 dias! Material em rascunho eu já tenho, quero ver se conseguir isso, quanto o Blog vai subir no rank de janeiro!

E pra não perder o ritmo, o gráfico de acessos do 3º mês:

104 visitas no dia 25/11!

104 visitas no dia 25/11!

E não se esqueça em votar no itens maravilho mais legal da lista ai em baixo.

Artigos Relácionados:

Resenha dos Agregadores de Blogs

I WANT YOU TO LINK TO MY SITE!!

MAIS DO MESMO: Será que dá para inovar?

Resenha dos Agregadores de Blogs

Posted in Notícia with tags , , , , , , , , , , , , , on Outubro 28, 2008 by rsemente

Aqui analiso os vários meta-blogs de rpg que surgiram nos últimos meses. A idéia surgiu quando fui responder na matéria “Nem tudo que te linka é ouro…” da Área Cinza, que ficou tão grande e elaborada que resolvi criar uma matéria com ela. O Nume do .20 também comentou os agregadores, e apresentou o observatório do RPG, mas não o vejo como um agregador. Assim fiz essa resenha objetiva dos Agregadores:

RPG Brasil: O primeiro de todos, criado pelo Tarman, possui visual extremamente simples, mas organizado, e agrega muitos blogs. Demora um pouco para atualizar a lista de artigos dos blogs, e traz apenas o titulo da matéria. Agrega na primeira página 30 artigos.  Conteúdo: 4 Visual: 1 Velocidade: 2

Lista Lúdica: Além de trazer a lista de RPG, traz uma lista de Jogos de tabuleiro, ótimo para os dois grupos se conhecerem. Traz o nome do blog e o titulo da matéria, e ainda o inicio dela, permitindo prever a utilidade da matéria para o leitor. Visual melhor. Apresenta na pagina principal 59 matérias! Conteúdo: 5 Visual: 3 Velocidade: 5

RPG Blogs: Agrega apenas 20 matérias (Antes 10) na primeira página. Ainda tem poucos blogs registrados, mas atualiza as matérias com freqüência similar a lista lúdica. Apresenta o nome da matéria e o seu resumo, e bem pequeninho o blog ao qual ela pertence. Visual superior às demais, mas cada entrada é bastante grande dificultando a leitura.  Conteúdo: 3 Visual: 4 Velocidade: 5

RPG no Blogger: Diferente dos outros, agrega as páginas de forma constante, apresentado o titulo das 3 ultimas matérias de cada uma (exceto na categoria Multiply). Possui 23 sites, com um total de 61 matérias. A velocidade é similar aos demais. O visual é meio desorganizado, dividindo os blogs de forma bizarra, como “Portal do Universo” e “Crônicas Inexploradas”, assim como a divisão “Inclassificável”. Apesar de tentar explica a lógica das divisões é muito pratica ou fiel. Prefiro dividir como faço no meu blog: é um blog? vai pra blog; é um site ou portal? vai para site; é um podcast? vai pra podcast.  Conteúdo: 2 Visual: 2 Velocidade: 5

Acho que tem mais Blog de RPG que dados nessa imagem!

Acho que tem mais Blog de RPG que dados nessa imagem!

OUTROS:

Rank Cinza (Área Cinza): Não é um agregador, mas uma lista das paginas de RPGs mais visitadas. Faz uma analise bem criteriosa do Rank, e é apresentado uma vez por mês. Não será dado nota por não ser um agregador.

Blogs de RPG do Brasil (Lista): Não é um agregador, mas uma lista de discussão, onde mensagens de e-mail podem ser enviadas para todos os participantes ou lidos diretamente da lista. Apesar de não participar ainda (acho que as mensagens foram para o e-mail do hotmail que não costumo ver) lá os blogeiros, e sabe se lá quem mais, comentam sobre as novidades da blogsfera, assim como estão comentado sobre esses agregadores. Não será dado nota por não ser um agregador.

SOBRE AS NOTAS: As notas vão de 1 a 5. Assim um 3 seria média, 4 bom, 5 ótimo. No outro espectro 2 é ruim e 1 péssimo.