Arquivo de pocket dragon

SMRB Fase 2: CEN-110 DAMNANT

Posted in cenário, resenhas with tags , , on Maio 21, 2012 by rsemente

Com esse faltarão apenas 8 cenários a resenhar, espero conseguir pegar folego esta noite para publicar pelo menos mias uma metade desse, mas se não acho que amanham terminará tudo.

Veja o texto completo no site do concurso, compare com os outros cenário e vote aqui.

E veja as outras resenhas aqui.

CEN-110 DAMNANT

Resumo: Uma terra sombria, onde os mortais criaram seus deuses e uma terrível maldição assola todos povos que vivem presos em sua própria violência.

Depois de uma breve introdução (com direito a nome dos autores), é apresentado uma faceta peculiar do cenário onde os povos civilizados são inimigos das criaturas das florestas. Depois é apresentado o conceito que os deuses se tornam deuses através do culto, e não por nascerem deuses.

Então vemos a grande característica do cenário, uma maldição lançada pelo deus das criaturas místicas que faz com que qualquer ser civilizado possa ser em algum momento (e isso é extremamente enfatizado no texto) possa entrar em uma furia assassina e matar qualquer um que esteja ao seu redor.

Três locais são apresentados, duas cidades grandes e um tipo de local mágico, as áreas proibidas.

Em seguida são apresentadas três raças, Selvagens, Licantropos e Árvores-Vivas (como se as arvores normais fossem mortas?), tudo com regra para o Pocket Dragon.

Por fim a maldição é apresentada como um evento controlado pelo mestre, mais nenhuma informação é dada, como duraçào, reincidência…

Um cenário aparentemente comum, com uma guerra velada mas que nenhum dos dois lados parece interessado em continuar, e o grande diferencial é a maldição que ficou meio de lado no texto, podendo ser mais explorada para dar um ar de mais dramaticidade no cenário.

Anúncios

SMRB Fase 2: CEN-014 BONS VENTOS

Posted in cenário, resenhas with tags , , , , , on Maio 9, 2012 by rsemente

Bom dia a todos, segue o resumo de mais um dos cenários do concurso “Seu Mundo na RedBox”. Dessa vez entramos com o 8 colocado, atingindo os 25% de cenários resenhados.

Veja o cenário no site do concurso, compare com os outros e vote aqui.

E veja as outras resenhas aqui.

CEN-014 BONS VENTOS

Resumo: Aventureiros enfrentam a fúria do mar e duelos sobre conveses num mundo cheio de criaturas fantásticas e disputas politicas pela soberania

Outra grande novidade, mas agora mais em termos das regra do que do cenário.

 OO texto começa com um resumo do cenário com algumas criaturas antagonistas principais (Gigantes e Elfos Negros), deuses, grandes males. Depois pula para descrição de dois grandes reinos e a possibilidade de grande guerras (Um dele com nome Batomux, apostaria que esse seria o derrotado). E por fim o novo mundo a oeste recém descoberto.

Até ai não muita coisa, a não ser as fundações de um cenário marítimo. Mas depois o texto começa a surpreender, não pelo cenário, mas pelas regras, elegantes e funcionais, tudo voltado para a navegação e duelos acrobáticos. Primeiro as raças, as mesmas do OD e PD, mas com algumas novas características relacionadas ao mar. Depois as classes, todas com um adicionalzinho a mais, incluindo novas magias marítimas para os magos.

Depois disso começa novas regras para o mar, uma bela surpresa e se juntar com os outros cenários fecha um grande material genérico e de suporte. fala sobre perigos do mar (queda, se perder…), algumas novas armas, regra de floreios para combates mais cinematográficos, por fim combates nauticos e a descrição de várias embracações.

Como se não bastasse no final também dá dicas de temas para aventuras. Tesouros, comércio, criaturas, e guerras. Coisa importante para um cenário que muda drasticamente a ambientação básica do jogo.

Por isso, apesar de não detalhar bem o cenário (coisa que é quase impossível em tão poucas palavras, a não ser se fosse um pequeno cenário auto-contido, como uma grande cidade ou pequeno reino), ele traz regras para que o jogo de navegação realmente possa ser usado no Pocket Dragon, e ainda mais surpreendente, regras que a principio podem ser usados sem problemas no Old Dragon!

Kabum!

Kabum!

SMRB Fase 2: CEN-021 Heróica

Posted in cenário with tags , , , , on Maio 8, 2012 by rsemente

O sétimo cenário foi o que mais me surpreendeu, no resumo eu não daria nada, o que foi apresentado foi apenas a temática e nada mais, mas o material dessa fase mostra que o cenário tem realmente potencial.

Veja o cenário no site do concurso, leia os outros e vote aqui.

E veja as outras resenhas aqui.

CEN-021 Heróica

Resumo: Bardos, heróis, lendas e canções num lugar criado pela música de um Deus Menestrel. Aventuras épicas no mundo onde a música é a magia.

Este cenário acertou em cheio em quase todos os pontos. Uma história ousada, duas novas classes de personagens em substituição dos magos e clérigos 9que não existem aqui), e sem raças, apenas humanos que podem ter características diferentes. Em substituição temos as notas, que funcionam quase como um signo que realmente influencia o personagem. Também inclui uma forma bem fácil de incluir tramas interessantes, uma regra para poder adicional e motivação para heróis e vilões.

É claro que a temática musical não deve agradar a todos os gostos, e pode ser colocado no jogo esse fator, uma discordância com a música, mas não encontramos nada muito parecido. A inexistência de magos e clérigos também pode ser um problema, mas com isso ninguém pode dizer que o cenário não está tentando inovar.

Agora a ideia dos acidentes, uma forma de criar desafios instantâneos, e verossímeis ficou muito legal, trazendo a pegada de mundo quimérico de uma forma diferente.

Outro ponto que realmente ficou genial foi a fama, uma forma de fazer de dar poderes aos personagens e ao mesmo tempo dar vários problemas.

O ultimo ponto que realmente acho que faltou na maioria dos cenários (e eu coloquei no meu, CEN-088 Grandes guardiões, yes!) é um aviso que o cenário é resumido e que o mestre deve ficar livre para criar detalhes (principalmente geográficos), a final duas páginas é praticamente uma espécie de pré projeto de um cenário.

Sobre o tema, o único cenário que vi com temática focada em música foi o romancia, e se o Shido tiver por traz disso ele realmente vem aprimorando seu cenário e achando boas soluções para sua obra prima (mas acho que não é dele, pois não traz as famosas raças, trols, vampiros…).

o único ponto contra até agora é que pareceu um pouco anime, ou é impressão minha?

Um Bardo de Heróica?

Imagem por Shido

SMRB Fase 2: CEN 085 – Katanas à Vapor

Posted in cenário, resenhas with tags , , , , , , on Maio 8, 2012 by rsemente

O ritmo de resenha está grande, mas espero que todos consigam acompanhar. Desse jeito até o final da semana tenho terminado todos os 31 concorrentes (32 menos o meu cenário, CEN-088 Grandes Guardiões) e isto poderá ser um guia para quem não quer ler 100% de todos os cenário, basta ler a resenha e ler apens o que achar o que realmente o leitor se identifica.

Ah! não se esqueça de votar aqui.

E veja as outras resenhas aqui.

CEN-085 Katanas à Vapor

Resumo: A paz velada entre o velho código samurai e a nova ciência do diferencial se espalha em Eteru. Máquina e Katana! Ciência e Bushido!

O material apresentado pelo autor é bem legal, e principalmente, jogável, representa bem todo o resumo como uma adaptação para Pocket Dragon, exceto por não trazer mais a rivalidade filosófica entre a ciência e o bushido.

Aqui o que realmente é apresentado é a história do mundo e junto com ela os vilões fundamentais do cenário, 8 magos espalhados em 8 ilhas.

A história ficou bem bacana, bem escrita e cheia de idéias, e os vilões apesar de pouco descritos (apenas dois são citados pelos nomes e referencia a poderes) se mostrou bastante promissor, provavelmente cada um oferecendo um perigo diferente.

Também são descrito alguns pontos chaves do cenário, uma variação do homem de armas, do ladrão e do mago (nenhuma menção aos clérigos e magos, mas devem funcionar do mesmo jeito), duas raças novas (provavelmente em substituição ao elfo e halfling), e uma lista de armas orientais.

A quantidade de material apresentado compensa o fato que o cenário não foi bem detalhado, deixando características como os oito clãs do lado de fora.

Os únicos pontos que senti realmente falta foi alguma arma como uma Katana Steampunk, ou uma armadura mecânica samurai. Uma explicação do que eram os Samurai-Kö, e o embate entre tradição e ciência. Mas no geral o cenário continua tão promissor quanto antes.

SMRB Fase 2: CEN 010 – Terra em Brasa

Posted in cenário, promoção, resenhas with tags , , , , , on Maio 7, 2012 by rsemente

Continuando com as resenhas dos 31 cenários da Fase 2 do SMRB, sem contar com o meu (CEN-088 Grandes Guardiões), agora o segundo colocado da primeira fase.

Antes que alguém pergunte, não darei nota para os cenários, mesmo o esquema que a Redbox aprontou seja bem melhor que o da primeira fase e seja massaveiodemais. Mas é claro que todos poderão ver na minha “resenha imparcial” se o cenário ficou bom ou ruim, e principalmente levando em conta que o material deveria ser um mini-cenário para se jogar com o Pocket Dragon e que deveria respeitar o resumo da primeira fase.

CEN 010 – Terra em Brasa

Resumo: Um Brasil colonial fantástico: coronéis e cangaceiros, clérigos e pais do povo, elfos selvagens e anões escravos e os temidos trolls-brasa!

Um dos cenários que mais achei promissor e de inicio posso dizer que ainda é.

O material apresentou a descrição do cenário, abrangendo mais do que o resumo indicava. O cenário não ficou limitado ao nordeste/sertão brasileiro que aparentava focar o resumo, mas descreve um pouco mais colocando as outras regiões do Brasil, mas ainda respeitando a definição de “um Brasil colonial fantástico”.

Traz também uma descrição resumida das outras partes do mundo, o que permite aventuras fora do escopo básico do cenário, incluindo uma fantasia medieval mais clássica e até um cenário oriental elfíco. Isso é bom e ruim, pois as palavras gastas com isso pode ter tirado mais detalhes do cenário do Brasil colonial (como mais explicações sobre os pequenos com falarei a seguir).

Ele também apresentou as raças básicas no contexto do cenário, se encaixando quase que perfeitamente, exceto pelos “pequenos” que não entendi nenhum paralelo com etnia do Brasil colonial. Traz também os meio-elfos, e minha crítica é não ter nenhum meio-anão 🙂

As classes ficaram bem encaixadas, sem precisar de nenhuma modificação.

Traz também uma pequena lista de novas armas, inclusive armas de fogo, com a velha regra de armadura não ajudar a proteger. Terminando traz uma lista de quais criaturas não existem no cenário e quais as modificações das que existem.

Os nomes no geral ficaram bem bacanas, exceto talvez por Januária, Brasiléia e Paulicéia. A ideia da madeira-em-brasa também ficou bem interessante, mas os trolls-brasa apesar de temidos parecem ser criaturas fantásticas como outras, não havendo indicação de quantidade ou ameaça ativa (eles estão atacando os reinos?).

Comparando com o pouco que vi do famigerado Hi-Brazil este tem bem mias potencial, colocando o Brasil medieval com coisas fantásticas, sem apelar para simplesmente fazer um cenário de fantasia medieval com locais e temas brasileiros.

Como mini-cenário ele é muito bem aproveitável, com a únicas reclamações de não limitar muito o cenário e não trazer mais detalhes dos pequenos.

Ah! Não se esqueçam de votar AQUI.

SMRB Fase 2: CEN 035 – Tetztuán

Posted in cenário, promoção, resenhas with tags , , , , , , on Maio 7, 2012 by rsemente

Hoje começa a nova fase do concurso Seu Mundo na Redbox, um concurso que visa ao final de quase um ano criar e escolher um novo cenário para o RPG Old Dragon. Vocês podem ver o material dessa segunda fase aqui.

Na primeira fase tivemos impressionantes 110 cenários, com 2 ou 3 eliminações, sendo que passaram 54 cenários para a fase 2, incluindo o meu cenário que ficou em 12 colocação. Mas não estamos aqui hoje para fazer propaganda do meu cenário (CEN-088 Grandes Guardiões), e sim para resenhar cada um dos cenários classificados, mas parece que apenas 32 enviaram suas versões ou enviaram com alguma coisa errada (não respeitaram numero máximo e minimo de palavras ou colocaram regras para o OD).

Como farei a resenha? Começarei pelo 1° colocado até o 53° (já que o 54° não enviou nada), assim posso comparar os “melhores” com os “piores” na votação da primeira fase.

CEN 035 – Tetztuán

Na primeira fase a premissa era: Descubra como seria o nosso imaginário medieval se, ao invés de serem os europeus os conquistadores, astecas, incas e mais tivessem vencido.

Então esperava que fosse um cenário onde alguns anos haviam se passado da chegada de colombo, mas os chegarem no Novo Mundo descobririam que os selvagens seriam mais poderosos que sua tecnologia, provavelmente por causa de grandes magias.

O que encontrei foi quase um material da wikipédia da origem do império Asteca, quase nada sobre europeus, uma parca adaptação das classes do Old Dragon, e uma menor ainda das raças do Old Dragon. Do novo mundo essa versão pocket trouxe praticamente uma história quase 100% fiel a história asteca (pelo menos me pareceu, pois não sei quase nada dessas histórias), quase nada sobre os europeus, e pouco menos sobre criaturas fantásticas e magias Indígenas.

Além do mais o texto não ficou legal, os nomes originais na maioria das vezes atrapalharam a leitura mais que ajudaram (poderiam ser resumidos ou simplificados), e não me ajudaria em nada em jogar uma partida de Pocket Dragon, deixando inclusive indicação para alguma regra no texto mas sem nenhuma mecânica.

Do jeito que ficou imagino o cenário assim:

Se passar gostaria ver algo mais assim: