Arquivo de concurso

Concurso FVM e Seu mundo na Redbox

Posted in Notícia, promoção with tags , , , , , , , on Abril 3, 2012 by rsemente

Hoje venho trazer duas noticias sobre os concursos de RPG que participei recentemente.

O primeiro é o concurso Faça Você Mesmo da Secular Games, que passei para a segunda faze mas não tive uma boa votação e obtive nota sete, ficando assim com o terceiro lugar (junto com mais três outros RPGs) sendo trespassado pelo Cortex (que parece muito foda e creio ser a grande promessa de vitória) e o Labirinto (que não me interessei muito, achando um pouco confuso).

Concordei em grande parte com os votos, obtendo um 7.0, juntado a nota 8.0 do convidado (maior nota junto com o Cortex), e nota 6.0 do pessoal da Secular, sendo mais ferrado no quesito “Quão completo é o jogo” que tive nota 4.5. Concordei com os comentários, realmente as regras para situações fora dos carros são poucas, mas como disseram “são simples e funcionais”. Minha defesa: se você viver em um mundo apocalíptico e tiver um carro armado até os dentes, você se aventuraria fora dele? Talvez tenham tirado essa nota devida aos pontos obscuros do cenário, que realmente foi menos trabalhado, e pretendo corrigir isso com matérias futuras aqui no blog, detalhando um aspecto ou outro, como as tribos, as ameaças desafios (Zumbis, Aliens, Mutantes…), a cronologia, e divisão geografia do mundo de Rally Mortal.

Também não achei que a afinidade com a regra e conceito tenha sido merecedora de um 6.0, visto que eles mesmos comentaram que “a criação de personagens mostra o quanto o sistema é focado em sua proposta”.

Essa foi uma notícia tristes, esperava ficar um pouco acima da média, mas realmente não dá pra fazer milagre no tempo que usei, e acho que realmente esse jogo tem potencial. Além do mais o Cortex é muito foda, e um RPG que aborda tema de metade dos filmes mais fodas das ultimas décadas (Matrix, Inception, Total Recal, Blade Runner…) merece todo o louvor de ser publicado.

Agora uma notícia boa: o Grandes Guardiões passou para a segunda faze do concurso da Redbox, e em 12ª colocação!!!

Isso pessoal, um dos mais bem votados, e espero agora mostrar realmente todo o potencial do cenário. Não tenho esperança de que o cenário seja o melhor de todos no fim, para mim o Terra em Brasa e o Katanas a Vapor, assim como outros que falei anteriormente são mais originais, mais facilmente adaptável ao OD, e possivelmente mais comerciais, mas espero que consiga passar para outras fazes e ter um grande cenário em mãos, para usar em minha mesa e quem sabe se não publicar pela Redbox publicar por outra editora.

Mas quem sabe isso tudo seja um pouco de complexo de inferioridade, e meu projeto seja realmente bom, então por isso darei o melhor para quem sabe ganhar.

Anúncios

Segunda fase do concurso FVM e Rally Mortal está lá

Posted in Notícia with tags , , , , , on Março 19, 2012 by rsemente

Boa Noite pessoal, é com grande orgulho que venho lhes dizer que o RPG Rally Mortal se mostrou adequado para concorrer a segunda fase do Concurso faça Você Mesmo da Secular Games.

Para quem não sabe Rally Mortal é um jogo de RPG que desenvolvi na semana do carnaval e na seguinte para o concursos com uma pegada bem diferente, onde o jogador controla um piloto/capitão de uma equipe de Rally em um mundo pós apocalíptico, baseado em grande parte por Mad Max e Zombie Drive.

E VOCÊ PODE BAIXAR RALLY MORTAL AQUI AGORA!!!

A regra mais básica dele é que antes de fazer qualquer rolagem de dados o jogador deve descrever o que irá fazer, e só então o mestre decide quais características devem ser usadas e a partir delas jogar os dados. É claro que existe um sistema de regras simples, mas com várias características para o personagem o que deixa ele boa gama de customização dos personagens (característica que peca na maioria dos sistemas mais narrativistas).

Apesar disso acredito que o ponto que mais pequei na criação do jogo foi o tema tribo, abordado mais no cenário e menos nas regras (mais por tempo), onde a tribo define pouca coisa na ficha de personagem (atualmente apenas os itens mais fáceis de se conseguir).

SEU MUNDO NA REDBOX: Fase 1

Posted in Notícia with tags , on Março 7, 2012 by rsemente

Pois bem pessoal, o concurso da Redbox começou e com mais de 110 participantes é difícil ter saco e participar de todos. Mas não impossível.

Fugir dos clichês é difícil, eles são como grandes meteoros em formas de palavras!

Fugir dos clichês é difícil, eles são como grandes meteoros em formas de palavras!

Para isso além de faser uma pequena propaganda do meu cenário (O GRANDES GUARDIÕES) vou falar dos cenários que mais gostei, sim vou fazer propaganda de outros cenários bons, a final gostaria de ver um grande cenário nacional concorrer com o Tormenta (O Único cenário nacional de grande sucesso).

CEN-007 Grave World

CEN-010 Terra em Brasa

CEN-029 Try To Reborn

CEN-045 The Kingdon Of The Nephelim

CEN-064 Virtual Dragon

CEN-066 Luftraum

CEN-085 Katanas à Vapor

CEN-088 Grandes Guardiões ESTE É O MEU CENÁRIO 😛

Então leiam os cenários, leiam com atenção os que listei, e votem em todos de acordo com o que acharam.

Rally Mortal 0.1

Posted in cenário, personagens, regras with tags , , , , , , , , on Março 4, 2012 by rsemente

Sem mais delongas disponibilizo o RPG que falei anteriormente, feito com não mais que 4 dias de trabalho (e uma noite de insonia na noite desenvolvendo a mecanica na cabeça): Rally Mortal 

BAIXE RALLY MORTAL AQUI

No melhor Estilo Mad Max + Rock n Roll Racing +Zombie Drive este jogo foi feito para o concurso da Secular Games faça Você Mesmo.

Concurso Secular Games: Rally Mortal

Posted in artigos with tags , , , , , , , , on Março 1, 2012 by rsemente

Durante o carnaval recebi a noticia novamente do concurso da Secular Games, um concurso que no ano passado teve como ganhador o Onírica e o Abismo infinito, ambos serão publicados, o primeiro pela Secular e o segundo pela Retropunk.

Esse ano as regras são um pouco diferente: o tempo é o mesmo (duas semanas), sem limitação de páginas (antes eram 25 páginas) e com a limitação que deve seguir quatro temas de uma lista com oito temas, o que ajuda a validar o concurso como um concurso de trabalhos originais no período estipulado (não adianta pegar aquele RPG escrito no passado e mandar para o concurso).

Esse ano vou participar com o Rally Mortal. Não sei se conseguirei terminar a tempo, mas aqui vão os detalhes que imaginei para o jogo.

Rally Mortal: Temas

Os temas que escolhi foram: Esporte, Tribo, Navegação e Jornada, sendo que este ultimo está se mesclando muito com o tema labirinto, depois me decido qual colocar no produto final. Os que escolhi inicialmente eram Jornada, Tribo, Navegação e Ciência, e o nome seria Jornada Interplanetária mas achei que ia parecer um jogo bem chato.

Com os temas criei o conceito de um mundo apocalíptico onde a sociedade ruiu e voltou ao estágio tribal, os sobreviventes moram em pequenas comunidades que sempre estavam em guerra por recurso. Para evitar que se destruíssem foi criado um esporte com o objetivo de manter o povo “ocupado” e uma forma de distribuir e encontrar novos recursos sem a necessidade de uma guerra completa, quem lutaria nela seriam apenas alguns campeões mais fortes, foi criado então o Rally Mortal, um esporte sangrento onde grandes veículos de combate percorrem vastos territórios pela glória da vitória.

Sobre o que é Rally Mortal?

O jogo é sobre corrida e combate entre veículos, e sobre descrever aquelas cenas bombásticas de filmes em que o veiculo salta uma rampa e cai na frente do oponente (e coisas do tipo), isso tudo em um cenário com gangues, zumbis, mutantes e alienígenas (não os verdinhos, mais os como de aliens storms – jogo do Mega Drive – e alien-o oitavo passageiro).

Sim, é simplista e meio besteirol, não é um jogo dramático sobre tragédia, medo ou crescimento. É um jogo sobre carros e caminhões sucateados e armados até os dentes, percorrendo um cenário selvagem e aleatório e combatendo outros veículos igualmente mortais. Mas apesar do nome do jogo conter a palavra “mortal” não é um jogo que leve geralmente a morte, é um jogo onde cada jogador controla um Capitão, e este é o líder de uma grande equipe, e estes sim morrem a toda hora :).

Como Rally Mortal Faz isso?

Primeiro temos uma ficha bem básica do capitão com sete características (ou menos, ainda estou desenvolvendo :P). A partir dela o jogador cria seu veiculo, tendo em mente já o piloto e como ele usaria o veiculo, e não o contrário.

Os veículos possuem seis características, mas algumas são apenas para a montagem, no jogo são usadas apenas quatro (4). A partir disso, em conjunto com duas características do capitão temos a base para um jogo de corrida, e não um RPG sobre matar o outro. É claro que desenvolvi um pouco as regras para ações fora das pistas, usando três dos atributos do capitão, mas nada bem elaborado.

E como ele faz a corrida propriamente dita? Com dominós!

Assim criamos uma espécie de cenário aleatório com desafios, distancias e dificuldades, e a medida que as peças do dominó (que inicialmente estão organizadas para baixo) vão se virando os personagens vão descobrindo o trajeto da corrida, na pratica quase um Labirinto. Na maioria dos casos são usados dados de 6 faces para decidir os desafios, mas os jogadores também possuirão dominós para controlar o jogo, e não só como cenário. Assim outro ponto interessante foi a inclusão de uma regra para dar importância ao tema Navegação, com essa regra o jogador pode alterar a pista como se ele soubesse atalhos e locais secretos durante a corrida.

Como seu jogo recompensa isso?

O jogo só anda se os jogadores descreverem o que vão fazer, então o mestre decide o que o jogador irá rolar de dados. E a ferramenta mais poderosa do jogo só é “recarregada” com descrições fodásticas da cena. Um simples “Eu atiro nele” vai fazer o personagem nunca ganhar novamente os peças de navegação (inicialmente só uma), mas se descrever “Eu mando meu co-piloto segurar o volante, coloco a velha pedra no acelerador, saio pela janela, pego a escopeta e atiro nos zumbis que estão subindo no carro” valerá muito mais e merece recompensar o jogador com um ponto de navegação (uma peça de dominó para usar em jogo). Inclusive o uso do ponto de navegação é necessário descrever o “atalho”, mesmo que esse nunca ganhe pontos de navegação, mas pode decidir se o oponente também se aproveitará ou não do atalho.

Mas apesar de estimular a descrição não quero que estimule a matança entre os jogadores (mas sim a destruição dos veículos e tripulação), penalizando o jogador que realmente decidir matar o outro (ele será mal visto pelos outros participantes e poderá ser morto “justamente” pelos competidores).

No momento estou escrevendo as regras em detalhes, mas devo concluir até domingo quando mandarei para a Secular, também pretendo criar um play test nesta sexta ou sábado (atrapalhar mais uma vez a campanha do grupo 🙂 ). É claro que não dará para desenvolver tudo perfeitamente, mas espero estar com um jogo de RPG inovador, divertido e que eu comece uma campanha leve com os jogadores.

Referencias

“Nada se cria tudo se copia”, a partir dessa máxima peguei o estilo do jogo de vários cantos. A primeira inspiração é claro MAD MAX. Principalmente o segundo filme:

O Jogo Zombie Driver (Nunca joguei, mas os vídeos são bem legais):

A ideia de usar dominó no RPG não é minha, o Phil do dados limpos já iniciou um RPG com eles: Usando Dominó como uma ferramenta para contar histórias de RPG, e outros RPGs gringos parecem usar.

Devaneios: A gora é só esperar!

Posted in Devaneios with tags , , , , , , , , , , , , , on Dezembro 22, 2008 by rsemente

brain2

Pois é, estou vivo, ou nem tanto, após 70 questões de matemática, química, física, mecânica, petróleo, entre outras, meu cérebro saiu moído!

Mas falando sério, a prova foi interessante, mas muito cansativa, principalmente após a prova de português e inglês pela manhã, com uns 10 textos para serem lidos, é tanto que errei, e muitos outros, uma questão simples de elétrica, a parte que a aminha engenharia tinha mais afinidade.

Se uma turba de zumbis me atacasse naquele momento, eu sairia vivo e ileso, pois meu cérebro foi detonado, e não restou nenhum miolo a ser devorado!

Isso dá um talento:

cérebro detonado

após um meticuloso trabalho de concentração e trabalho mental, o personagem consegue “destruir” seu cérebro e passar despercebido por hordas de zumbis.

pré-requisito: concentração 10 graduações.

benefícios: Por um numero de turnos igual a sua inteligência, você fica furtivo no meio de zumbis inconscientes.

Veja também:

Devaneios: Metade já foi!

Mortos, mas nem tanto: Zumbis Medievais

Devaneios: Metade já foi!

Posted in Devaneios with tags , , , , , , on Dezembro 21, 2008 by rsemente

Terminei a prova de português e inglês do concurso da Petrobras, bem trabalhosa, com vários textos. Passe mais de 3 horas para fazê-la, agora falta a outra metade, a prova de conhecimentos específicos, e após ela estarei livre para um fim de ano pleno!

Infelizmente as provas são o único modelo de comparação aceitável para medir os conhecimentos de uma pessoa, pelo menos em larga escala. Mas um dia não precisaremos ser tão bárbaros, quem sabe um concurso não fizesse um banco de dados de todos seus concursos, fornecendo a média e outros fatores que contribuiriam para medir de fato o conhecimento do individuo? Mesmo assim não me sairia tão bem em todos eles 😦

Mas vamos a luta que a vida continua!


Veja também:

Devaneios 4: Até logo e obrigado por todos os peixes…