Arquivo de Blogs

Debate RPG, Seu novo podcast de RPG

Posted in artigos, Notícia with tags , , , , on Janeiro 16, 2011 by rsemente

Pois é pessoal, mais um produto da comunidade de blogueiros de RPG surgiu, o pessoal da lista de blogs de RPG (não é por que é uma lista que não é uma comunidade, certo?), se juntou e criou um Podcast, uma espécie de programa de rádio distribuido pela internet. Como somos muitos blogueiros, nós decidimos os tópicos e gravamos de acordo com a “especialidade” de cada blogueiro, podendo mudar todos os participantes de um episódio para outro.

O primeiro episódio saiu em novembro de 2010, e contou com o tema RPG: Indie x Mainstream, com participantes:

O Segundo épisódio com o tema Revistas (de RPG), apesar de ter sido gravado em novembro, devido a problemas só saiu semana passada. Discutiu sobre a história das revistas, quais as primeiras, sobre a maior revista existente, e sobre a unica revista atualmente, assim como as revistas on-lines de RPG (ou e-zines). Eu participei desse episódio, junto com:

O podcast ainda está no início, mas já apresenta uma qualidade muito boa, devido ao Cristiano Lagame, da SpellRPG, Eduardo Caetano, do La Petite Mort e Maíra Termero, que ajudaram a fazer uma conversa cheia de problemas, em um grande debate divertido e agradável.

Segundo desastre nos Pergaminhos Dourados

Posted in Devaneios, Notícia with tags , , , , , , , on Janeiro 20, 2010 by rsemente

Hoje aconteceu o segundo desastre nos pergaminhos dourados.

O primeiro foi em 2008, quando tive apendicite. O Segundo foi no primeiro momento de um dia bem importante, dentro de uma semana super atribulada, o meu computador sofreu um curto e queimou.

Isso não seria nada se não fosse que meu computador é um notebook! depois de passar horas abrindo não consegui abrir o suficiente para chegar perto da parte que queimou, e depois de minutos fechando ainda sobraram dois parafusos!

Por isso não garanto a regularidade das postagens nas próximas semanas, mas prometo que em breve tudo melhorará.

Até mais!

(digitando de um mini-mini-netbook, e editado em um computador de verdade)

Blogs, o futuro agora é presente!

Posted in artigos, Devaneios with tags , , , , on Junho 19, 2009 by rsemente

dbz-fusion1

Ou Corram, A Blogosfera RPGistica lotou!(parte 3)

Fusões e fusões, cenários, Super Iniciativas, Novo mega blog/portal, isso não é mais o futuro, é o presente!

Há um tempo atrás comentei sobre uma certa perturbação na força, onde percebi que a Blogosfera RPGistica estava “bagunçada”. Até ai tudo bem, era só opinião e palpites. Uma critica e exercício de futurologia divertido e descomprometido.

Mas há algum tempo estava ficando com medo. Alguma das coisas que eu comentei (com ajuda de outros blogueiros e comentários no blog) começaram a se tornar realidade. Então vamos ser pontuais e objetivos, e apontar o que rolou (ou não rolou): Continuar a ler

Os Muros e Pontes de Rygar

Posted in cenário with tags , , , , , , , on Março 16, 2009 by rsemente

Rygar é uma grande cidade, na verdade uma cidade imensa, tão grande que nem A Altíssima Ordem dos Burocratas de Rygar conseguiu contabilizar todos seus moradores, apesar de haver documentos comprovando que sabem e outros comprovando que há controvérsias.

A Historia

Rygar cresceu de uma forma caoticamente organizada, onde grandes muros e muralhas com mais de cinco metros dividem seus inúmeros bairros, cada um com sua identidade própria. Ninguém sabe exatamente o por que das muralhas existirem, mas acredita-se que, outrora, a cidade sofreu diversos anos com batalhas incontáveis, e varias muralhas foram erguidas, a medida que a cidade crescia.

Hoje em tempo de relativa paz, a cidade manteve as grandes e fortes muralhas. Elas são utilizadas como divisões naturais da cidade, e quando possuem alguma estrutura interna são utilizadas normalmente pelos governantes e as varias milícias da cidade.

passagemAndando por Rygar

Atravessar a cidade não é fácil, pois a passagem por essas muralhas nem sempre é uma tarefa simples. Às vezes controladas pelo burocratas, que com sua burocracia para entrar ou sair  já enervou até o mais paciente elfo, outras vezes barradas por cobranças de pedágio, e algumas vezes simplesmente apinhadas de vendedores ambulantes, de tudo pode ser encontrada entre uma passagem e outra. A administração dessas passagens muita vezes são chamadas de trolls, pela semelhança com “pontes inversas” e a gentil extorsão que esses grupos realizam pelos cidadãos de passagem.

A confusão para andar por Rygar é tanta que foi criada a guilda dos guias de Rygar, evolução natural das jovens crianças e vagabundos que guiavam os visitantes da cidade e até moradores antigos. Felizmente essa confusão estava para ser solucionada e uma nova forma de andar por Rygar foi desenvolvida.

A Grande Obra

Para resolver esse problema a ordem de Burocratas em conjunto com outros grupos e governantes começaram o processo de construção das pontes para passagem. Burocratas catalogaram cuidadosamente as  muralhas mais convenientes para realizar a reforma, e quando necessária eram planejada novas pontes cortando algum bairro ou  outro.

A implementação da Grande Obra, como ficou devidamente conhecida (e catalogada é claro), foi uma tarefa complicada, pequenas guerras civis aconteciam pelos mais diversos motivos, sendo o mais comum a desapropriação de propriedades e ao fato de que algumas novas pontes eram praticamente novas muralhas, dividindo alguns bairros e ainda mais Rygar. Ao fim de mais de uma década (dizem que há reformas até hoje), a Grande Obra estava devidamente concluída, e agora havia formas de passar mais rapidamente pela cidade, chegando de um ponto a outro sem grandes problemas, algum deles a burocracia é claro.

Uma muralha reformada para passagem de pessoas

Uma muralha reformada para passagem de pessoas

As pontes de Rygar

As pontes de Rygar são as verdadeiras ruas da cidade, passagens elevadas sobre as muralhas onde trafegando milhares de pessoas todos os dias. As pontes são largas o suficiente para a passagem de uma carroça e meia, em alguns pontos mais do que duas carroças. Há ainda pequenas passagens onde nem uma carroça passa. Atualmente as pequenas construções que margeavam a ponte começaram a ser substituídas por construções altas ou até mesmo torreões, fazendo uma forma de cidade elevada, conectando pontos baixos a altos. É claro que a maioria dessas construções são utilizadas para diversos fins mais lucrativos que a simples moradia, servindo como templos, lojas, quartéis, hospedarias, tavernas, oficinas e guildas. As verdadeiras passagens para as pontes são escadarias localizadas próxima aos portões das muralhas. A passagem dessas escadas muitas vezes é controlada a entrada e saída de pessoas.

Muralhas e Pontes no seu Jogo

Essa segunda matéria de Rygar, apesar de ser pouco genérica, ainda pode servir com um pouco de ajuste para inspiração em sua campanha. Muitas cidades medievais possuem algum forte ou muralha em seu interior, e passar por essas muralhas pode ser tão complicado como passar pelas passagens de Rygar.

O Grande Muro, Toda cidade medieval tem um

O Grande Muro, Toda cidade medieval tem um!

Para aqueles que desejam iniciar uma campanha em Rygar, mostrar a dificuldade em passar por suas muralhas e pontes será um bom encontro, mas não exagere colocando situações embaraçosas de cobranças e pedágio e verificação de documentos toda vez que os personagens se deslocarem dentro da cidade. Utilize-as também quando um inimigo desejar barrar a passagem dos heróis, ou emboscá-los, criando entraves e até combates nesses pontos críticos. Outra maneira é ter uma justificativa é servir como forma de drenar o excesso de tesouro do grupo, reduzindo uma certa quantia de peças de ouro com o passar do tempo.

Rygar ainda está em construção, e muita coisa do que foi dito aqui poderá ser alterada com o tempo, inclusive dependendo da criticas atualizarei esse artigo com as sugestões propostas pelo pessoal da lista dos blogs de rpg. Então não se acanhe, dê sugestões para melhoria desse artigo ou sugestões de novos artigos.

Rygar é uma cidade coletiva construída pelo grupo de blogueiros de RPG, e teoricamente estará em desenvolvimento em vários dos sites da blogosfera. E o próximo passo pode ser o seu. Ajude-nos a desenvolver esta idéia em seu blog.

Veja Também:

A Altíssima Ordem dos Burocratas de Rygar

A Encruzilhada das Pedras

A Guilda dos Informantes de Rygar

Projeto de Cenário “Blogalizado”…Rygar!

Corram, A Blogosfera RPGistica lotou!(parte 2)

Posted in Devaneios with tags , , , , , on Março 9, 2009 by rsemente

Continuação…

O caos predomina em um mar de mentes digitais que publicam coisas para seu hobby preferido na blogosfera rpgistica nacional. Uma falta de identidade e uma concorrência acirrada tentam causar ao colapso dessa civilização.

Role o dado para resistir ao dano da falta de identidade e da concorrência acirrada!

.

Continuando como disse anteriormente o caos pode levar a problemas, mas existem soluções.

Apesar de um pouco bagunçada, o crescimento da blogosfera rpgistica é ótimo, trazendo no geral benefícios de novidades em geral em um volume muito grande.

Imagine como seria contratar toda essa gente, deixá-las livres para escrever o que quisessem, e ai depois organizar e selecionar o que cada um desses fizeram para dar a melhor leitura possível, e é esse trabalho que um leitor da Blogosfera RPGistica tem que fazer para realmente achar todas as perolas desse caos.

Os agregadores/indexadores ajudam, mas com o atual volume de artigos, matérias saem da primeira página  no mesmo dia! Acho que a comprovação disso é a criação da “iniciativa 4e”, que tenta arrumar a casa nos Blogs que produzem material para 4E, criando um mesmo tema quinzenal para as matérias da vez. Outros começam a criar um artigo contendo tudo que acham legal na semana.

Dito isso, vejo que até mesmo dentro de um único Blog existe uma “bagunça” (eu me incluo nisso), e o caos da rede impede um eficiência máxima. O que quero dizer com isso? Se uma editora contratasse essas dezenas de Blogueiros, e coordenasse em projetos de forma organizada e coerentes, ninguém conteria o poder dela (claro que mesmo que ganhássemos para isso não conseguiríamos escrever tanto sob rédeas curtas), e seriamos um grande estúdio de RPG.

Mas como isso não acontece vejo que toda inflação depois de um tempo satura, e acabara por sucumbir os mais fracos. Quando essa depressão ocorrer, apenas quem se mantiver persistente, continuará o trabalho. Atualmente um clima de euforia estimula a todos escreverem qualquer coisa, muitas vezes sem nenhum objetivo, e praticamente sem nenhum ganho financeiro. Isso não é suficiente para manter a blogosfera se suportando. Então surgirá algo novo para tomar seu lugar, ou até algo velho. Uniões de blogs, contratação de blogueiros por uma “nova editora virtual”, ressurgimento de “portais” agora com o intuito de organizar essas matérias (afinal linkar não é crime).

Vamos deixar a Blogosfera bombada e gigante como esses Protantilos!

Vamos deixar a Blogosfera bombada e gigante como esses Protântilos!

A única solução para mantermos esse bom momento, que começo a sentir esvaindo pela comunidade, é nos organizarmos, como fez o pessoal da Iniciativa 4E. Como fazer isso? não sei exatamente mas aguardo sugestões.

Sugestões que começam a surgir

Antes de iniciar essas matérias abri uma discussão na lista de blogs, e disso está surgindo duas idéias: criar um cenário de zumbis baseado no meme de zumbis (por enquanto apenas o morro da fumaça já está sendo feito), e criar um cenário descompromissado feito pelos blogueiros.

Antes de acabar tenho uma dessas sugestões:

A proposta é criar uma matéria mensal (ou outra freqüência maior caso dê certo e haja demanda) que de alguma forma seria compartilhada pelos blogs. Essa matéria seria editada por um blogueiro diferente a cada mês, e consistiria em uma espécie de editorial de uma pseudo-revista de blogs de rpg.

O editorial seria feito por um blogueiro a cada Mês, que seria escolhido entre de voluntários (nada de convidar quem não quer), seja pelo editor anterior, ou por voto. O ultimo editor não poderia ser convidado novamente durante um certo tempo (para não criar uma hegemonia antidemocrática).

A matéria/”editorial de revista” conteria o link para matérias de vários outros blogs, criando um guia para o leitor ver noticias mais importantes do mês, matérias mais legais (e úteis), dicas de jogo e de mestre, e qualquer outra coisa que o editor deseje colocar.

E ai o que acham?

Peço a sugestões de vocês para novas idéias, ou para melhoria das idéias apresentadas. Comentar não mata. E antes de terminar agradeço a todos que comentaram a matéria anterior e deram suas sugestões na lista de Blogs.

vejam também:

Corram, A Blogosfera RPGistica lotou!(parte 1)

Corram, A Blogosfera RPGistica lotou!(parte 1)

Posted in Devaneios with tags , , , on Março 6, 2009 by rsemente

Poderosa, mais um pouco gorda.

É isso ai, minha opinião é que a blogosfera RPGistica está bem inchadinha, e passou esses últimos meses comendo muito feijão com arroz, algumas lasanhas, e vários pães de queijo. Felizmente todas essas comidas fizeram bem a seu paladar, mas infelizmente fizeram mal a sua silhueta, e vê-la como um todo se torna cada dia mais difícil.

Agora saindo da metáfora (que parece ter ficado horrível e sem lógica 😦 ), a quantidade de Blogs está bem grande (já contabilizo quase 150 blogs no blog roll, incluindo os “inativos”).  Isso pode ser bom ou ruim. Apesar da qualidade ser geralmente boa, o que é suficiente para ter uma boa leitura, mas nem sempre para estimular jogos de verdade com elas. Falo isso por que acho que me incluo parcialmente (ou completamente) nesse bolo.

Vejo muitas matérias, algumas sobre o próprio blog ou a blogosfera (eu faço muito disso, na verdade estou fazendo isso exatamente agora, sou mesmo um crápula), outras sobre assuntos diversos, memes que já fizeram algumas vítimas pelo caminho, diários de campanhas… Acho que tudo isso chega a ocupar metade das matérias publicadas, a outra metade sim contem material para jogo (dicas, regras, aventuras, adaptações…).

Essa outra metade, de materiais para jogo, são os melhores posts da blogosfera na minha opinião, mas em muitas vezes não se encaixam em nada que alguém esteja jogando (tornando elas as menos comentadas), e mesmo que o jogo seja focado nessas matérias seria um jogo rápido, afinal uma campanha não é feita de um post apenas. Juntas essas matérias formam uma massa de coisas sem sentidos, lembrando aqueles comerciais toscos da MTV, onde uma coisa não tem nada com a outra.

Ainda acrescento uma nova característica negativa: Ela é praticamente uma comunidade de RPG de mesa, e ultimamente as mesas de RPG estão bem difíceis de ser alcançadas por mim (e provavelmente por outros jogadores), e quando eu começava a entrar no negocio do RPG virtual, a comunidade de blogs de RPG surgiu, e não preencheu esse vazio. Antes esse vazio era suprido pelos fóruns, e ainda é suprido pelo RPGonline, mas com o queda desses portais (exceto RPG Online), as campanhas que começavam a surgir sumiram.

É claro que temos pérolas na Blogosfera, com matérias longas, continuações, cenários bem elaborados, etc… Mas geralmente ficamos sem um verdadeiro foco, como em revistas, que mantêm uma continuidade ou tema em suas edições. É mais claro ainda que se pegarmos essas perolas, poderíamos sim criar uma conjunto coerente e jogavél, mas a custa de certa pesquisa, afinal tudo se encontra espalhado em mais de uma centena de Blogs.

.

Vou ficando por aqui com esse pensamento, que levei parcialmente para a lista de blogs e gerou 153 comentários, tentando passar a pequena frustração de encontrar coisas realmente estimulantes para o jogo. Creio que isso trará problemas, mas acho que existirá uma solução. E é isso que apresentaremos na próxima parte, aguarde.

continua…

Ano novo e RPG Superstars 2009!

Posted in Devaneios, Notícia with tags , , , , , , , , , on Dezembro 31, 2008 by rsemente

Estamos quase no fim do ano, 2009 é um ano nebuloso, de muito trabalho e não necessariamente muitas mudanças. 2008 foi um ano muito legal, tivemos dois grandes acontecimentos no RPG: a explosão dos blogs e lançamento de D&D 4 Edição. No mundo real tivemos a eleição do primeiro presidente negro do EUA, e o inicio da primeira grande crise desse século.

Sobre o RPG Superstar, o item escolhido foi a manopla da fome eterna, e já foi enviado para Paizo, agora é só esperar. De fato os outros itens eram inferiores, o engraçado que ela foi a primeira a ser imaginada :P. O motivo disso? Não sei, posso ter gasto toda minha energia criativa nesse item, e os posteriores ficaram mais engessados que o primeiro, talvez tenha criado um processo criativo que permitiu a criação de novos itens, mas os tornou mais chatos.

2009 promete pelo menos em relação ao meu Blog, tenho várias matérias no gatilho, e muitas outras no forno. São matérias como detalhamentos dos itens apresentados, novos itens, novas raças, mini-cenários baseados em locais reais, armas, regras. . . esperem e verão.

No mais, feliz 2009, boas festas, e vida longa e prospera!