Games: Shadow of the Colossus


Esse jogo já é velhinho, mas só agora eu pude conferir e acabei de terminá-lo. O jogo é bem inovador, contando a história de um poderoso guerreiro que para ressuscitar sua amada deve destruir 16 criaturas de enorme poder e tamanho,  chamados simplesmente de colossos. o jogador então controla esse personagem, procurando esses colossos em um enorme cenário.

Cada colosso é por si só uma aventura, levando cerca de 10 minutos a até 1h para derrotá-los (caso não queira ajuda para achar o local onde residem os colossos ou seus ponto fracos).  O jogador deve controlar o personagem escalando cada colosso das mais diversas formas, e com ajuda de sua espada mágica, encontrar marcas místicas (pontos fracos) e atingi-los, ferindo o colosso até a morte.

Os colossos são criaturas mágicas, com corpos que lembram hominídeos, feras, ou completamente alienígenas. Eles podendo agir em vários ambientes, terra, água, ou ar. Quase todos os 16 colossos são completamente diferentes um do outros, com apenas umas 5 exceções (2 colossos similares a 2 colossos anteriores, e uns 3 humanóides bem similares), o que torna cada combate uma experiência diferente da anterior.

A única ajuda que o jogador terá é do cavalo Agro, que além de transportar o personagem de um lugar para outro, é essencial para derrotar algum dos colossos.

Shadow of Colossus para RPG

Os colossos não são derrotados apenas com golpes de armas comuns, para derrota-os é necessário encontrar seus pontos fracos e chegar até eles escalando. Por isso não é fácil adaptá-los para a maioria dos RPGs, que usam sistema de tanque de pontos de vidas para medir o quão ferido os monstros estão. Para adaptá-los um novo sistema deve ser criado.

Marcos: cada colosso possui um marco, uma forma que permitirá o inicio da escalada do colosso, pode ser esquivar de um determinado golpe, usar alguma peculiaridade do terreno ou construções, ou enfraquecer o colosso com alguns golpes mais fracos.

Dificuldade de escalda: Decidido o marco, agora deve-se decidir o nível de dificuldade para escalar cada colosso. Essa dificuldade deve estar intimamente ligada com a capacidade de deslocamento de cada colosso, quanto mais rápido e ágil o colosso, ou acidentado o terreno pior.

Ataques: Para adicionar um sabor a mais, o colosso deve ter alguma forma de ataque. Raios, baforadas, golpes com braços, pisões, encontrões, armas são as mais comuns, mas tentáculos, criaturas menores, mordidas, engolir, podem ser usados.

Pontos Fracos: Finalmente devemos decidir quantos pontos fracos o colosso deve ter, e a dificuldade para encontrar cada um. Se usar alguma criatura já existente, divida os pontos de via entre vários pontos fracos, ficando cada um com uns 30/50 pontos de vidas. Após encontrar o ponto fraco, não é preciso realizar nenhum teste de acerto, apenas faça um teste de força da criatura para arremessar o personagem para longe, contra um teste de escalar do personagem.

Vários Personagens: Para suportar os vários personagens de um grupo crie marcos que precisem de vários deles ao mesmo tempo, como segurar cordas e correntes, atrair os golpes, atingir vários golpes ao mesmo tempo, agarrar o colosso.

Exemplo de colosso: Valus, o minotauro

Valus é um gigante de uns 30 metros bem lento, que usa uma clava, e aparência bem barbara, quase que completamente inumana.

Marco: Acertar a perna esquerda (CA 15), causando 10 de dano. Acertado o jogador poderá tentar escalá-lo (2 turnos).
Dificuldade de escalada: DC 15 escalada, dois turnos para chegar ao ponto fraco.
Ataques: Valus tentará atacar com pisões (+5 para acertar, 1d10 de dano), que causam dano a até 3 metros dele (1d4, DC 15 reflexos). Caso muito distante Valus poderá acertar com sua clava (acerto +7, 2d10 dano, 9 m de alcance).
Pontos fracos: Valus possui apenas um ponto fraco no topo da cabeça, e será completamente derrubado quando levar 50 pontos de dano.

6 Respostas to “Games: Shadow of the Colossus”

  1. gostei do post e me deu uma ideia muito legal para minha nova campanha, irei adapta-los para a 4e do d&d e usa-los o mais rápido possivel, meus jogadores vão ter uma surpresa quando virem um desses enfrentando eles 😛

    obs : se puder dá uma passada lá no blog

    falandoderpg.blogspot.com

  2. Tio Lipe "Cavaleiros" Says:

    Olá!
    Você sempre com alguma pequena e boa adaptação para RPG. Enfrentar Boss com diferentes partes de corpo para derrotar sempre dão boas sessões, ainda mais para o Mestre. Os jogadores ficam malucos tentando descobrir como derrotar os bichos e ficam irados quando não percebem o obvio. 😄

    Este é um bom game que eu gostaria de ter jogado, mas no fim o que não faz a falta de um PS2 em casa. =P

    Até and Bye…

  3. o valus não tem 30 metros e sim 21 metros

  4. Erik Marlos Says:

    este jogo pra mim ainda esta entre os mas emocionantes que eu ja joguei

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: