Arquivo de petroleo

Aulas, Descendentes, e tudo mais!

Posted in bebe, Devaneios with tags , , , , , on Abril 12, 2010 by rsemente

Boa tarde galera!

Pois é, agora mais do que nunca tenho novidades, e que de fato poderão atrapalhar o andamento do Blog, já que temos algumas novidades vamos a elas:

1) Quarta feira passada (7/04/2010) fiz uma prova didática para professor substituto da UERN (Universidade Estadual do RN) e passei (pior que concorri comigo mesmo :P). Agora sou professor substituto para o pessoal de ciências da computação, e hoje mesmo já dei minha primeira aula. A primeira coisa boa e o lado profissional, pois como quero seguir a carreira acadêmica isso é indispensável. Segundo é que terei menos tempo, sabe como é que é: estudar, preparar aula e corrigir provas… mas agente vai levando. Terceiro é que espero que no tempo que terei em Santa Cruz (darei aula um dia lá), ficarei de monho das 10:30 até as 12:00, o que poderei utilizar para escrever mais coisas (ou preparar aulas e corrigir provas).

2) Sexta feira fiz o primeiro ultra-som com minha esposa, e está tudo bem com nosso futuro filho. vocês podem confirmar pelas imagens a seguir 9em primeira mão):

3) Terminei domingo com o curso de especialização em Engenharia de Petróleo e Gás natural. Isso não irá alterar muita coisa por aqui, afinal de contas foi só uma disciplina que tive que pagar por ter reprovado por faltar para ir no casamento de meu primo.

4) Estou tentando terminar o mestrado, o que significa escrever a qualificação, colocar algoritmos para funcionar, realizar testes, e escrever a dissertação. Isso sim afetará as coisas por aqui, mas espero que não demore tanto, em Julho termine o mestrado.

5) Estou estudando para concurso do Instituto Federal de Educação, Ciência e tecnologia da Paraíba, ou simplificadamente IFPB,  e seu tudo der certo (mais uma vez), estarei visitando as terras dos pensotopianos e novos paragônicos mais vezes.

6) Pera ai, acho que não tem mias nada 😛

Sim acabou, acha muito? Não é. Alguém disse algo assim (desculpem-me a falta de precisão): Para se obter a máxima eficiência de produtividade de uma pessoa é necessário que ela tente realizar o máximo de coisas ao mesmo tempo, pois por mais que ela não seja 100% em todas e falhe em alguma, o somatório de todas será maior que o total de apenas uma atividade realizada (que dificilmente chegará em 100%).

O que tudo isso significa? Que ainda estarei por aqui, mas não garanto nada, infelizmente :(, mas se tudo der certo, garantirei muito mais em um futuro próximo.

Obrigado a todos e até o próximo pergaminho dourado (espero que quarta publique mais alguma coisa dos Thundercats).

Anúncios

Petroleo no RPG – Parte II

Posted in adaptações, cenário with tags , , , , , on Agosto 19, 2009 by rsemente

No artigo passado, após um desabafo, mostramos o que é o petróleo, sua origem e como encontrá-lo. Também mostramos alguns tipos de ambientes que ele poderia criar (alguns de forma bem exagerada), e os desafios que eles podem representar aos personagens jogadores.

Nos comentários a primeira idéia requisitada pelos leitores foi o Golem de Piche. Infelizmente tenho que dizer que não será dessa vez, o foco agora será para que serve o petróleo, e como ele pode influenciar seu mundo de fantasia.

Uso do Petróleo

colourGarden

Existem relatos do uso do petróleo a mais de 4000 anos, encontrados em exsudações, o petróleo é viscoso e já foi chamado de alcatrão. Ele foi usado na construção de muros e torres na babilônia antiga, e usado pelos Persas para medicamento e iluminação.

Os primeiros poços de petróleo foram feitos pelos chineses (quem mais?) em 347 AC ou anteriormente, tinha profundidade de 240m, usando brocas presas a bambo, e era usado para evaporar água salgada para produção de sal.

A pós a pequena aula de história podemos focar no uso do petróleo. O primeiro uso é como forma de energia, para aquecimento ou iluminação. O segundo uso é na construção civil ou naval, para como forma de impermeabilizar paredes e cascos, ou como um cimento, unindo rochas ou tijolos uns no outra.

Uso Bélico

Um uso mais RPGistico poderia ser como arma de guerra. Untar seus inimigos com óleo e depois atear fogo seria uma tática mortal, quem sabe o segredo do fogo grego não seja a utilização de óleo inflamável em garrafas que ao quebrar gerariam uma faísca para sua ignição.

Se não levarmos em conta a dificuldade de armazenamento e limitações tecnológicas o armazenamento do gás poderia gerar lança chamas medievais, provavelmente armados em maquinas de guerra, como torres de cerco, e carroças blindadas.

en-greek-fire

Petróleo em sua campanha

Dividiremos e pequenos tópicos as diversas possibilidades de utilização do petróleo em sua campanha

Onde o petróleo poderia ser encontrado em seu cenário de jogos: Uma cidade especifica de porte médio ou grande é uma boa opção, visto que não alterariam o mundo inteiro mais criariam um local inesquecível e de relativa importância em sua campanha. Ele poderia ser o motivo para que esse local esteja sendo invadido por outra nação, e os jogadores poderiam participar da defesa ou do ataque desse local.

Como o petróleo é encontrado: A ocorrência de petróleo em exsudações formando lagunas de diversos tamanhos e até pântanos pode ser a forma mais direta de encontrá-lo, mas povos mais sofisticados (chineses?) poderiam cavar poços ou minas para sua extração mais ativa. Esse local poderia fervilhar de trabalhadores individuais, levando e trazendo baldes de óleo para a cidade onde ele é consumido. Com o tempo uma pequena vila ou até uma cidade poderia ser formada ao redor da fonte de petróleo. As possibilidades são infinitas.

Quantidade que o petróleo é encontrado: Esta característica determina o quanto o petróleo influencia a sociedade que utiliza ele. Pouco petróleo significa uso pela nobreza e classes altas, como apenas uma única grande torre toda revestida com biche. Muito óleo significa uso no cotidiano de toda uma população, fornos e lareiras a óleo, casas e torres untadas a óleo, formando uma paisagem exoticamente negra, com chaminés cuspindo fumaça negra como o inferno.

Efeito do Óleo: Por fim basta pensar em como o óleo pode alterar o local da campanha, para o bem ou para o mal, alterando o comportamento da população, dependendo da forma que o óleo é usado.  Imagine o rio contamina do por óleo, causando sofrimento a várias vilas da região e até a escassez de alimento animal e água para irrigação. Por outro lado um poço de gás flamejante poderia ser cultuado como deus por um povo selvagem, que utiliza o fogo como uma grande fogueira, servindo como forja, fogão e até sacrifícios.

Exemplo de Cenário: Drakma, a cidade do Fogo Negro.

Drakma é um mini cenário que utiliza os conceitos apresentados acima, para fins didáticos ou uso direto no cenário.

canadian-refinery

Há 5 anos a pequena cidade de Drakma não aparecia na maioria dos mapas do reino, sua pequena mina de prata era a principal fonte de riqueza da cidade, mas com o tempo a exaustão da mina acabou por levar a cidade quase a decadência total, por isso levou-se a veios cada vez mais profundos, até que um feliz acidente aconteceu. Os mineradores se encontravam cavando um novo nível, e atingiram uma rocha mais mole, logo uma lama negra começou a brotar com extrema velocidade. Os mineradores não tiveram tempo de escapar e morreram asfixiado pelo gás liberado pelo óleo.

Um dia após o acidente, ao não ter noticias dos mineradores uma turba foi formada para averiguar a mina (achando que os mineradores tinham achado algo mais preciso que pequenas pepitas de prata e fugido com a riqueza). Ao chegar na proximidade da mina perceberam um cheiro forte, e alguns começaram a desmaiar, e alguns até chegaram a morrer por uma aura maldita (na verdade gás do poço). Vários dias se passaram até que as primeiras pessoas conseguiram chegar a mina, apenas para encontra um pequeno lago de óleo borbulhante.

Com o tempo o povo aprendeu alguns usos do óleo, como forma de energia, elevando grandes fornalhas com longas chaminés incandescente, liberando de forma incessante uma fumaça negra, e principalmente como arma, criando frascos de óleo flamejantes. O regente de Drakma logo tratou de armar sua guarda com frascos de óleo para proteger a riqueza local. A fumaça negra liberada pelo óleo quando queimado deu o apelido a Drakma de “Cidade do Fogo Negro”. O fato logo chamou a atenção dos comerciantes que pagavam  bem pelos frasco com o óleo, que era revendido para diversas regiões.

.

Então criamos uma cidade de médio porte, com um grande mina inundada por oleo, e em grande quantidade. E como esse óleo influenciou a cidade para o bem.

espero que tenham gostado, dêem sugestão para a próxima matérias (golem de piche, ou ampliações de Drakma podem ser pedidos), e votem no futuro do Blog aqui.

Petróleo no RPG

Posted in adaptações, cenário, Devaneios with tags , , , on Agosto 12, 2009 by rsemente

petroleum-oil-1423435Pois é pirei na batatinha, perdi alguns parafusos, estou comendo merda… Estou ultimamente sem criatividade, paciência, e tempo para me dedicar ao Blog como gostaria, e parte dessa culpa é o curso de especialização em engenharia do petróleo que estou terminando. Há pelo menos três finais de semanas estou tendo aula direto dessa bagaça, e ainda terei mais três!

A loucura chegou em tal ponto que imaginei finalmente usar esse conhecimento especifico do mundo real no RPG. Então aqui vai dicas para usar a existência do Petróleo no seu cenário de RPG.

oleo1O que é petróleo

Petróleo é um óleo de origem orgânica (composto por carbono vegetal ou animal), formado em rochas abaixo da superfície. Geralmente ele vem associado a gás natural (que pode ser encontrado dissolvido no petróleo como uma garrafa de refrigerante), e misturado, ou lado a lado, com água.

Quando o óleo é mais grosso, geralmente significa que ele é formado por cadeias maiores de carbono, e quanto mais fino por cadeias menores, até formar cadeias com apenas poucos carbonos e se tornar gás (C4-, composto por moléculas com quatro carbonos ou menos) na pressão atmosférica.

Outro elemento que é normalmente é encontrado associado com o petróleo é o enxofre (Su), responsável pelo cheiro de podre, e formador do acido sulfúrico, de grande nocividade a vida (e equipamentos da indústria no geral).

Uma coisa que vale ressaltar é que ele geralmente não se encontra em cavernas no fundo da terra, como um lago subterrâneo, e sim entre a porosidade das rochas, sob grande pressão, e quando essa pressão é reduzida o óleo flui entre as porosidades da rocha, dando significado parcialmente literal a expressão “tirar leite de pedra”.

seepOrigem

O petróleo tem origem em organismos vegetais e minerais (principalmente minerais como florestas, mangues e algas)  soterrados a milhares de anos, que sob pressão, temperatura e geologia adequada sofrem alterações químicas.

Após formados eles tendem a migrar (mais alguns milhares de anos) para rochas mais superficiais e porosas, evitando ficar ainda mais tempo sob pressões e temperaturas e ser consumido pelo interior da terra.

E se quando ele estiver subindo não encontrar nenhuma rocha que impeça ele subir até a superfície, o petróleo acabará em mais alguns milhares de anos, essas ocorrências na superfície se chamam exsudações. Caso contrário, ele poderá ficar armazenado em reservatórios, por tempo suficiente para ser explorado por uma civilização como matéria prima ou energia.

SeepComo encontrá-lo

A primeiro forma de encontrar o petróleo é em exsudações, geralmente apenas as frações mais pesadas permanecem no ambiente, deixando o gás e frações mais leves evaporarem (possivelmente matando plantas e outras formas de vida na proximidade). Isso cria poças de óleo de grande viscosidade ou terra encharcada com óleo, como uma lama negra, onde seres vivos podem ter dificuldade de sair, e caso saiam poderão morrer com intoxicação do óleo de difícil remoção do corpo.

Tunnel1A segunda forma é em cavernas artificiais (minas :P) e poços. Ao perfurar um poço, ou criar minas para exploração de metais preciosos, pode se encontrar petróleo. se as profundidades não forem muito grandes, o óleo poderá sair lentamente da rocha sem muitos danos.

Mas caso contrário, ao perfurar uma rocha dura e alcançar uma rocha com petróleo (rocha reservatório), a liberação de óleo e gás pode ser violenta, podendo causar explosão, nuvem de gás tóxico asfixiante, e até um jato incontrolável de óleo. Esses eventos são chamados de Blowout, e são indesejáveis e perigosos na industria do petróleo, ou seja, aquela cena do poço jorrando petróleo a vários metros de altura na verdade é um belo acidente de merda.

No RPG

Diante de tantas situações inusitadas, essa primeira matéria trará apenas essas situações naturais, ou seja, locais influenciados (exageradamente) pela existência do petróleo.

image020

O Pântano Negro

Um pântano de um elemento negro e pútrido é encontrado pelos personagens.  Criaturas selvagens abitam o pantano sempre em busca de carcaça de outras criaturas. O spersonagnes precisam passar por ele ou encontrar algo ou alguém nele, e perigos são imensos. Faça teste de fortitude para que os personagens não sintam enjôo, e até asfixia. Também não existe água ou alimentos, tratando-o como um deserto caso a duração no ambiente seja longa, e não terem mantimentos suficientes pode ser a morte. Outro perigo é a morte por afogamento, como se tivesse caído em uma areia movediça cinematográfica. Por fim a utilização de fogo, normal ou mágico, pode levar a grandes explosões, causando um grande dano (5d6 a 10d6) a todos na área, sem muita chance de escapar (DC25-30 de reflexos para achar um abrigo).

O Lago da morte

Os personagens tem que passar por um grande lago, formado com liquido negro e pegajoso (geralmente no subterrâneos). A mesma austeridade do pântano é encontrada aqui, mas os riscos são ainda maiores, por não haver terra para amenizar os efeitos. Atear fogo nesse lago é particularmente mortal, e caso aconteça os personagens poderão cozinhar até a morte em um mar flamejante.

O Caldeirão do demônio

A região por onde os personagens precisam passar é uma enorme panela de pressão, e pequenas fissuras liberam enormes e perigosos jatos de gás e óleo tóxicos e ferventes. A superfície também não é muito estável, e qualquer piso em falso, ou grande pancada pode abrir uma nova fissura, escaldando os heróis em óleo fervente. caso tire um 1 no ataque, ou um cause ou sofra um grande dano (50 ou mais), uma fissura pode ser aberta, liberando o jato mortal na área onde se encontra o personagem e em seu arredor. Cada jato causa 5d6 de dano, possui DC20 para evitar. Caso pegue fogo esse jato poderá se tornar um jato de fogo, adicionando +5d6 de dano.

.

No próximo artigo (algum dia, algum dia), trarei o petróleo e suas influencias em um mundo de fantasia. Talvez possa detalhar ainda mais esses ambientes, ou criar novos. Depende do comentário de vocês. Quanto mais comentários, mais matérias.

Devaneios: A gora é só esperar!

Posted in Devaneios with tags , , , , , , , , , , , , , on Dezembro 22, 2008 by rsemente

brain2

Pois é, estou vivo, ou nem tanto, após 70 questões de matemática, química, física, mecânica, petróleo, entre outras, meu cérebro saiu moído!

Mas falando sério, a prova foi interessante, mas muito cansativa, principalmente após a prova de português e inglês pela manhã, com uns 10 textos para serem lidos, é tanto que errei, e muitos outros, uma questão simples de elétrica, a parte que a aminha engenharia tinha mais afinidade.

Se uma turba de zumbis me atacasse naquele momento, eu sairia vivo e ileso, pois meu cérebro foi detonado, e não restou nenhum miolo a ser devorado!

Isso dá um talento:

cérebro detonado

após um meticuloso trabalho de concentração e trabalho mental, o personagem consegue “destruir” seu cérebro e passar despercebido por hordas de zumbis.

pré-requisito: concentração 10 graduações.

benefícios: Por um numero de turnos igual a sua inteligência, você fica furtivo no meio de zumbis inconscientes.

Veja também:

Devaneios: Metade já foi!

Mortos, mas nem tanto: Zumbis Medievais

Devaneios 4: Até logo e obrigado por todos os peixes…

Posted in Devaneios, Notícia with tags , , , , , , , , , , , , on Novembro 13, 2008 by rsemente

… mas apenas até logo!

Eu vou, mas volto! Me desejem boa sorte!

Eu vou, mas volto! Me desejem boa sorte!

Vamos primeiro explicar as coincidências do titulo da matéria: Peixes também é o nome que se dá a todo e qualquer objeto que ficou preso, ou apenas caído por acidente, no fundo de um poço de petróleo, seja ele em perfuração ou completado. Se tudo der certo espero não ter muitos peixes pela frente, pois são um enorme desperdício na industria de petróleo, já que um dia de operação parado por uma pescaria pode significar de alguns milhares de reais em prejuízo, quanto mais alguns meses que podem significar Milhões, literalmente, de reais perdidos!

Por que tudo isso?

Aqui no Rio Grande do Norte, uma grande fonte de recursos para a faculdade e para o estado é o  petróleo, e como estou na faculdade na área de engenharia ele também respingou em mim, e hoje realizo pesquisas para aplicação diretamente para essa área, mas que felizmente pode ser aplicada em diversas outras, abrindo ainda mais meu campo de trabalho.

E é por isso, por aqui o petróleo ser uma das únicas coisas que dá dinheiro que eu também faço um curso de especialização de engenharia de petróleo e gás natural.

Sim, mas e daí?

É nesse contexto que a noticia do lançamento do edital da Petrobras, e que a prova já está em cima, dia 21 de dezembro, me atingem como um aríete de chumbo. Isso significa muita correria e provavelmente muito menos matérias por aqui. Provavelmente apenas matérias já prontas ou comentários extremamente necessários.

Mas prometo, se eu passar no concurso escreverei muito mais, e coisas bem mais legal. Com o tempo e grana extra realizarei algum concurso Megaboga (o jovem nerd já patenteou isso? ). caso não passar tentarei pelo menos tirar o atraso de semanas sem nenhuma nova matéria!

OBS: Vi antes de publicar que estou no Ranking da Blogosfera RPGística: A Segunda Divisão! Isso é muito bom, principalmente por que estou em ultimo, junto com o Idéias para jogos de RPG (IRPG) e o Era do metal, e de lá não desço! (espero). O mais legal é que lá descobri mais uns 3 Blogs, incluindo o Podcast do Ideias para Jogos de RPG! Boa sorte galera e até logo