Arquivo de jaula

Resenha Episódio Piloto de Jornada nas Estrelas: A Jaula

Posted in artigos, Cinema, TV, e Vídeos, resenhas, TV with tags , , , , on Dezembro 13, 2016 by rsemente

Foi com uma grande surpresa que eu finalmente assisti o primeiro episódio da série audaciosamente responsável por levar mais pessoas à carreira de cientistas e engenheiros que nenhuma outra mídia jamais conseguiu.

A história que me levou a assistir esse episódio apenas agora é longa. Em meados da década de 2000 baixei esse episódio, mas não possui legendas, e nunca cheguei a assistir esse. A uns três anos quando testei a netflix por um mês, pensando na promessa de assistir algumas séries, mas as intempéries da vida não permitiram e a netflix não se manteve. Quando finalmente reassinei a netflix, na expectativa de assistir a série, não a encontrei mais. Cheguei até a reclamar e ligar para a netflix Brasil que me explicou ou que aconteceu (problemas de direitos de distribuição em cada pais).

Então o grande problema da terra ter apenas 24 horas se manteve e não consegui parar para procurar a série e assisti-la…o tempo passou e semana passada recebi a noticia de que a série tinha voltado a netflix!

Assisti o primeiro episódio despretensiosamente, mas fui surpreendido por um roteiro fantástico. Não foi a toa que a série foi aprovada e mantida no ar por três temporadas, apesar de ser sumariamente boicotada pela própria emissora por motivos desconhecidos.

O episódio conta a história de supostos sobreviventes de uma nave espacial cientifica desaparecida a 20 anos, ao qual seu pedido de resgate é detectado pela Enterprise (a nave principal da série). Ao chegar no planeta o Capitão da nave (que ainda não era o famoso Kirk) é atraído por uma armadilha e a verdade é revelada (não vou revelar aqui para não conter mais Spoilers).

O que se segue é uma batalha mental que pode ter inspirado dezenas de obras posteriores, apesar de acreditar que a ideia já tenha sido utilizada anteriormente (obs: não necessariamente devido a esse episódio, mas a outros episódios da série que utilizaram conceitos semelhantes) . “O Homem Que Tinha Tudo (1985)”, “Cidade das Sombras (1998)” e “Matrix (1999)” são alguns exemplos de obras que utilizam alguns conceitos utilizados nesse episódio.

Para ainda fechar com chave de ouro o episódio aborda temas sobre a natureza do espirito livre dos seres humanos, apresenta mulheres capazes de estarem de igual de igual para um homem, e apresenta uma trama cheia de reviravoltas brilhantes. É um episódio que me fez revisitar diversos questionamentos sobre a natureza humana.

Para uma história criada a mais de 50 anos, foi uma grande surpresa, e vale a pena assistir para ter um vislumbre de toda a genialidade do Gene Roddenberry, o eterno pai da série.

Anúncios