SMRB Fase 2: CEN 010 – Terra em Brasa


Continuando com as resenhas dos 31 cenários da Fase 2 do SMRB, sem contar com o meu (CEN-088 Grandes Guardiões), agora o segundo colocado da primeira fase.

Antes que alguém pergunte, não darei nota para os cenários, mesmo o esquema que a Redbox aprontou seja bem melhor que o da primeira fase e seja massaveiodemais. Mas é claro que todos poderão ver na minha “resenha imparcial” se o cenário ficou bom ou ruim, e principalmente levando em conta que o material deveria ser um mini-cenário para se jogar com o Pocket Dragon e que deveria respeitar o resumo da primeira fase.

CEN 010 – Terra em Brasa

Resumo: Um Brasil colonial fantástico: coronéis e cangaceiros, clérigos e pais do povo, elfos selvagens e anões escravos e os temidos trolls-brasa!

Um dos cenários que mais achei promissor e de inicio posso dizer que ainda é.

O material apresentou a descrição do cenário, abrangendo mais do que o resumo indicava. O cenário não ficou limitado ao nordeste/sertão brasileiro que aparentava focar o resumo, mas descreve um pouco mais colocando as outras regiões do Brasil, mas ainda respeitando a definição de “um Brasil colonial fantástico”.

Traz também uma descrição resumida das outras partes do mundo, o que permite aventuras fora do escopo básico do cenário, incluindo uma fantasia medieval mais clássica e até um cenário oriental elfíco. Isso é bom e ruim, pois as palavras gastas com isso pode ter tirado mais detalhes do cenário do Brasil colonial (como mais explicações sobre os pequenos com falarei a seguir).

Ele também apresentou as raças básicas no contexto do cenário, se encaixando quase que perfeitamente, exceto pelos “pequenos” que não entendi nenhum paralelo com etnia do Brasil colonial. Traz também os meio-elfos, e minha crítica é não ter nenhum meio-anão🙂

As classes ficaram bem encaixadas, sem precisar de nenhuma modificação.

Traz também uma pequena lista de novas armas, inclusive armas de fogo, com a velha regra de armadura não ajudar a proteger. Terminando traz uma lista de quais criaturas não existem no cenário e quais as modificações das que existem.

Os nomes no geral ficaram bem bacanas, exceto talvez por Januária, Brasiléia e Paulicéia. A ideia da madeira-em-brasa também ficou bem interessante, mas os trolls-brasa apesar de temidos parecem ser criaturas fantásticas como outras, não havendo indicação de quantidade ou ameaça ativa (eles estão atacando os reinos?).

Comparando com o pouco que vi do famigerado Hi-Brazil este tem bem mias potencial, colocando o Brasil medieval com coisas fantásticas, sem apelar para simplesmente fazer um cenário de fantasia medieval com locais e temas brasileiros.

Como mini-cenário ele é muito bem aproveitável, com a únicas reclamações de não limitar muito o cenário e não trazer mais detalhes dos pequenos.

Ah! Não se esqueçam de votar AQUI.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: