35° Dia


…NO DIA ANTERIOR

Segundo meu pai tive sorte de não encontrar nenhum problema no caminho. O Caos reinava na cidade e uma verdadeira guerra se produzia, com bairros tentando se defender contra saqueadores que começavam a formar um novo governo paralelo.

Os bairros seguros eram os mais nobres, que conseguiram manter as poucas forças policiais par patrulhar as fronteiras dos bairros a procura de qualquer invasor. Assim as ruas se tornaram uma verdadeira zona de guerra.

Minha sorte se devia não em maior parte ao meu disfarce, mas sim a dois dias atrás ter havido um grande conflito, onde vários grupos de bandidos foram rechaçados, assim como feridos vários policiais, e com isso uma trégua informal foi realizada.

Diante de minha sorte deveríamos aproveitar a oportunidade e sair de lá o mais rápido possível, resolvi concertar o carro de meu pai, uma grande pickup, foi difícil fazê-lo pegar, principalmente devido a vários sistemas mais modernos, como direção hidráulica. Por isso resolvemos chamar um mecânico para ajudar a compreender um pouco mais de algumas partes e o que poderíamos fazer.

O trabalho demorou o restante do dia, mas conseguimos, mais um carro agora fazia parte de nossos equipamentos.

Também começamos o trabalho de conseguir insumos para a plantação de uma futura colônia, pegando sementes de vários tipos, principalmente espécies mais resistentes a seca da região e insumos agrícolas que podiam ser necessários para as primeiras colheitas.

Passando pela cidade ela parecia morta, principalmente os icônicos cavalos mecânicos que retiravam petróleo do solo, aqui encontrados em alguns pontos no meio da cidade, todos desativados, carcaças de uma civilização que já não existiria mais.

Foi quando tive uma grande idéia.

Alguns dos poços de petróleo possuíam bombas para retirada de óleo diretamente do fundo do poço, bombas potentes com motores elétricos e capacidade para bombear grande quantidade de líquido. Estas bombas por se localizarem em profundidades elevadas podiam ter sobrevivido ao pulso eletromagnético. Isso significa que teríamos um motor elétrico, e se bem adaptado um poderia se tornar um gerador para alimentar a bomba!

O único problema seria encontrar essas peças e retira-las sem grande força artificial, visto que se encontram em sua maioria em poços de plataforma de petróleo.

Guardei a idéia para uma próxima missão, essa sim poderia dar muito resultado para a construção de uma nova civilização.

 

CONTINUA…

Uma resposta to “35° Dia”

  1. […] Pergaminhos Dourados Bem vindo às Guerras Dracônicas! « 35° Dia […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: