28° Dia


…NO DIA ANTERIOR

O inicio do dia que passamos na praia foi bastante agradável e proveitoso, além de nos divertimos um pouco usamos o restante do tempo para trabalhar, usando o carro como transporte e assim conseguimos abastecer de forma satisfatória nossas reservas de alimentos. Pelo menos mais uma semana estava garantida.

Ajudamos também alguns moradores a fazerem seus carros funcionarem, nos tornando assim pequenas celebridades locais ao recuperar uns cinco carros, além de ensinar a outras pessoas como fazer funcionar mais carros. O único problema eram os pneus.

A maioria dos carros estava parada já fazia quatro semanas e isso havia permitido que o ar dos pneus mais antigos murchasse completamente, e não havia muita coisa a fazer, então tive uma idéia.

Encontramos carros com pneus ainda com ar, então começamos a trocar os pneus compatíveis. Naqueles que não puderam ser trocados tivemos que improvisar. Conseguimos duas mangueiras de compressor e criamos um divisor de ar comprimido, assim conectava-os um pneu cheio a outro e conseguimos encher todos os pneus e forma satisfatória, mas não completa, todos os pneus.

Assim conseguimos que todos eles ficassem em estado adequado para funcionarem. Ainda era incomodo ligá-los, precisando abrir o capo e realizar uma ligação direta, e junto todos deviam pegar uma boa mangueira para chupar combustível dos carros parados.

No final das contas pedimos apenas uma coisa aos moradores, um dos carros, eles aceitaram de bom grado, mas nos forneceram apenas um fusca. Na verdade isso veio em uma boa hora, conseguimos um trailer e o prendemos firmemente com cordas criando assim um novo carro funcionando e o principal, a gasolina. A cada dia que se passava se tornava mais difícil encontrar diesel, pois o conhecimento de como fazer os carros funcionarem se espalhavam.

Então nós mesmos começamos o trabalho de conseguir mais combustível, sugando com mangueira, coisa que fizemos com nossos carros moribundos dês da virada do ano.

Assim mandamos parte do nosso grupo na frente de volta para a cidade, e ficamos com o fusca para continuar a trabalhar em mais alguns carros e relaxar mais um pouco.

Quando chegamos em Natal a noite conseguimos ver a distancia uma grande iluminação, quando chegamos na nossa casa não encontramos o restante do grupo, e só restava procurar em um local.

Cheguei lá sozinho e encontrei um verdadeiro festim acontecendo, a verdadeira natureza daquilo só descobriríamos mais tarde.

CONTINUA…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: