Reporte de sessão: GURPS 4E sessão 0 – Conhecendo o jogo


No início do mês, dia 3/10/2010 (que aqui foi feriado), rolou o jogo meu primeiro jogo de GURPS 4e. Após todos fazerem a ficha (sem muito problema, a não ser um pequeno susto com o custo médio um pouco mais elevado), jogamos, o que foi apelidado de “Stars Without Lasers”.

O jogo rolou sem problemas, apenas um leve “falha” de design, pois a armadura que permiti que os personagens usarem agüentava o golpe de uma arma bem pesada sem medo! Tenho que rever toda a lista de armas e armaduras para os próximos jogos e principlamente para uma campanha.

Outra mudança que atrapalhou e incomodou os jogadores foi a regra de múltiplos tiros. Agora ficou bem mais simples: Se a arma tiver um RoF maior que 1 significa que pode disparar mais de um tiro por ataque. Para ver se os tiros pegaram basta ver o recuo da arma, quanto menor melhor. Se o recuo for 2 significa que se você atirar e tiver uma margem de acerto de 2 acertou mais um tiro, e por 4 mais 2, por 6 – 3 tiros, e assim por diante.

Ou seja, a margem determina quantos tiros acertaram, dividindo pelo recuo para achar a quantidade e limitado pela cadencia da arma.

A história resumida do jogo foi:

Em 1979, os personagens eram soldados da Otan do futuro (novas nações unidas, ou NONU segundo um dos jogadores, hehehe), e tinham que invadir uma nave pirata que atacava uma mina de asteróides. Chegando na nave por uma abordagem por traz (ui), eles invadem o corredor principal de serviço e encontram um robo segurança. A luta continua sem nenhum dos lados causar muito dano até que um dos personagens começa a atirar nos sensores da maquina, que após perder seus dois “olhos” se desativa sem ter para onde atirar.
Chegando na cabine principal eles encontram o pirata espacial, que avisa que estão lutando por uma causa perdida, e que ele mesmo foi contratado pela NONU (essa pegou) para realizar os ataques. Após mostrar as provas desse acordo ele diz ter contato com alguém com interesse nos soldados, o Dr. Bjorn. A comunicação se inicia e Dr. Bjorn oferece um trabalho para os soldados (que provavelmente serão eliminados para que nenhuma informação vaze), eles negam e tentam matar o capitão da nave, que desaparece (era um holograma que falava com os personagens). A sessão acaba.

Espero continuar com a campanha no final de novembro/dezembro, e se der continuar on-line também (aguardem).

4 Respostas to “Reporte de sessão: GURPS 4E sessão 0 – Conhecendo o jogo”

  1. Boa sorte com a campanha e sempre que puder poste, faz mt falta pessoas distribuindo reportes de campanhas, aliás, qlq coisa de GURPS em português.

  2. Boa, gostei. Uma vez joguei Lodoss War com GURPS, muito bom. Eu era um berserker. Gostei dos posts, e daquele criticando a (falta de) publicidade da Devir também. Abs.

  3. Muito bom seu reporte de campanha, ainda mais por tar usando o GURPS. Espero ver a continuação.

  4. É bom ler sobre GURPS

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: