Thundercats 2011 Episódio 3


O terceiro episódio, intitulado Ramlak Rising (Surgimento de Ramlak), é um claro exemplo de como a nova série faz grandes tributos um tributo a série antiga (e também esta a altura), mas para uma nova geração.

Antes de continuar devo avisar que quase não tem SPOILER essa matéria, apenas em um parágrafo que tem detalhes que podem atrapalhar a surpresa e diversão do leitor/espectador, então pode ler com calma que a parte bem indicada e protegida, com fonte negra, bastando selecionar para ler.

Este episódio em boa parte lembra bastante alguns da série clássica que geravam “encontros aleatórios”, sendo que inserido dentro de uma jornada. Ou seja, está conectado seqüencialmente com o episódio anterior, mas ainda assim dá para ser assistido de forma independente.

Lion-O apresenta sentimentos impulsivos da série anterior, isso com uma boa justificativa que não contradiz seu comportamento anterior, e que também conecta com a lição de moral deste episódio.

Como novidade, agora temos quase todos os Thundercats juntos, Wilykit e kat se juntaram ao grupo, e de uma forma muito bem elaborada, sem aquela forma forçada das mesas de RPG (Oi, posso me juntar a vocês? Claro que pode, eu não te conheço mas confio em você…).

Agora a grande surpresa mesmo foi o cenário e a criatura que dá nome ao episódio.

Primeiro um mar de areia, que parece um mar revolto normal, só que formado de areia. Pode ter ficado um pouco estranho (principalmente os limites desse mar), mas se considerarmos que agora existe magia mais forte em todo mundo, e também isso pode ser facilmente justificado (e quem já esteve em algumas regiões de dunas no Nordeste sabe muito bem como uma região arenosa pode se parecer com um mar).

Segundo a criatura, SPOILER um espécie de kraken da areia, muito foda, e não economizaram na bizarrice (nada de monstrinho cute-cute), com tentáculos com olhos, bocas com mais tentáculos, e tamanho descomunal, tudo bem ao estilo cthulhiiano. Nada mal para um desenho infantil, ein? FIM DO SPOILER

Dito isso só achei que quando vi o barco veria os piratas/vickings/cyborgs do seriado original, não que o que vemos seja ruim (não falarei o que para não dar mais spoiler), mas me pegou de surpresa. Isso pode ser que se torne uma tendência nos demais episódio, colocar todas as espécies como tipos antropomórficos, o que não é ruim se feito de forma mais realista possível, e é o que está sendo feito, com cada espécie com indivíduos diferentes entre si em forma e adereços, algo quase inédito na animação.

Para finalizar com chave de ouro, vemos agora um combate pra valer, com espadadas que cortam e tiram pedaços do inimigo, tiros de raios que quando pegam arrancam pedaços, e muita ação, rápida e frenética. Apenas em um momento ficou o desenho ficou relativamente tosco com Lion-o utilizando a espada para defender detritos que viam em direção de seu veiculo colossal (deve ter protegido quase nada!).

Decepando tentáculos, Yeah!!!

No final o episódio foi muito bom, manteve a mesma qualidade, e me garantiu assistir mais um episódio da série (pois é, tenho uma lista bastante extensa de coisas para ler e assistir, e não posso me dar ao luxo de assistir qualquer bobagem).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: