Capitulo 2 – O Filho das Estrelas (Parte 7)


Ai está pessoal, mesmo com o Desafio RPG, mais uma parte do conto saiu (e só saiu tarde pois tive alguns problemas hoje).

… ANTERIORMENTE

– Como evitar a luta. Cada batalha é um momento de perigo extremo, um momento onde sua vida pode se acabar, e se não for a sua provavelmente será a de seu oponente, que cessará todas suas obrigações e desejos, que apesar das desavenças no momento, poderia ser um aliado.

– Acho que entendi, mas mesmo assim prefiro um bom treinamento físico, do que entender sobre a química de organismos que não existem.

– Pois é dessa mesma química de qual você é fruto.

Os Filhos de Gliese – Capitulo 2: O Filho das Estrelas (Parte 7)

– Sim mãe, eu sei como nascem os bebes!

– Certo, mas você não sabe como de fato são os bebês nascidos na terra. Tenho uma missão para você, descobrir o que você possui de diferente.

– Como assim diferente? Eu não sou normal?

– Descubra! Há um banco de dados genético disponível em uma memória isolada do computador. Você terá acesso a milhares de genomas humanos e animais.

-Uhn! Um Desafio! Fermi, abra os arquivos que minha mãe indicou!

-SIM, AQUI ESTÃO.

Nos monitores em minha frente começaram a se desenrolar milhares de dados, todos seguindo um padrão detectável, mas com cadeias intermináveis formadas pelas seqüências desses cinco padrões. Era o DNA de milhares de indivíduos, e também de milhares de animais.

– Obrigado mãe, isso será muito útil. Mas não seria mais fácil você dizer logo a verdade? Por que esse jogo?

– Porque filho, na vida, não importam os objetivos, e sim os caminhos traçados para alcançá-los. Apesar da corrida a hora de cruzar a linha de chegada ser crucial, o mais importante é o caminho, a superação de correr a cada momento, apesar de toda dor e cansaço.

– Mas agora, filho, saiba que você não depende mais de mim, já és quase um homem, se não o é até o final da viagens deverás se tornar um. Tudo que tinha para ensinar, sua moral, suas responsabilidades, e principalmente sobre a vida. Já possuis todas as ferramentas para seguir seu próprio caminho. A partir de hoje estarás praticamente sozinho, não aparecerei para você a não ser em caso de extrema necessidade, e saibas, que se um dia tiver que sair dessa nave, eu não poderei ir com você. Então adeus.

Diferentemente das outras vezes, minha mãe, ou o programa dela deu as costas, e virtualmente andou se afastando de mim, até gradualmente desaparecer, e finalmente os monitores desligarem.

– Mãe! Você é a única companhia que tenho, não vá! – Agarrei-me ao monitor e passei um longo período pensando, sem chorar, pois sabia que de nada adiantaria, como nunca adiantou.

CONTINUA…

Uma resposta to “Capitulo 2 – O Filho das Estrelas (Parte 7)”

  1. […] … ANTERIORMENTE Diferentemente das outras vezes, minha mãe, ou o programa dela deu as costas, e virtualmente andou se afastando de mim, até gradualmente desaparecer, e finalmente os monitores desligarem. […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: