É Possível lucrar com RPG?


 

Planejem muito bem antes de enfrentar o mercado de RPG no Brasil!

Esse post surgiu como uma resposta a um tópico (de mesmo nome que o post) na lista de blogs de RPG, essa é minha humilde opinião a como se é possível lucrar com RPG (no Brasil).

O que devemos fazer é copiar modelos de coisas que deram certo no mundo, como o facebook e o youtube, então por que não fazer o RPGBook?

Bricadeiras a parte, o problema do RPG é exatamente fazer novos RPGistas.

Como uma criança/adolescente hoje em dia descobre o que é RPG? Ele vê na TV? É vendido na banca de revista? (atualmente só a Dragon Slayer e apenas a cada 3/2 meses), na loja de brinquedo? (no tempo da D&D da grow e Hero Quest, sim), Propaganda na revista que ele lê? Possuímos no mercado muitos livros baratos e atrativos, como livro jogos, pequenas revistas de RPGs, etc?

A resposta é não para todos. Mas está ai a dica, usar qualquer formato que tente massificar uma coisa terá uma boa taxa de aceitação devido a curiosidade, e se for bom formará um bom público que atrairá mais vendas com boca a boca.

Além do mais você evita a concorrencia do seu produto com outros produtos já no mercado. Acho bem dificil um produto conseguir fazer com que boa parte dos jogadores  de D&D, storyteling e Tormenta deixem de jogar seus jogos e comecem a jogar um novo produto desconhecido recêm lançado.

RPG tem que ser menos complicado possível, e mais atraente ainda. Se existem duas regras que se dá pra jogar a mesma coisa, só que uma ocupa 2 páginas e outra 20, por que não tentar usar sempre as 2 páginas, e de lambuja coloca aventuras nas outras 18!

Uma criança/adolescente não tem acesso a mais de 20/40/60 R$ pra compra algo que não conhece, mas se for uns 10/20R$ (ou menos) a história muda.

Isso, e regar seu produto com uma boa arte pode ser uma forma de fazer seus livros venderem (então pelo menos isso myght blade e old dragon acertaram, sempre procurando preencher seus livros com artes interessantes e atrativas).

Também é possível aprender a ganhar dinheiro com outras formas, por exemplo, os cardgames. Apesar de também ser de nicho, o pequeno público sempre compra novos produtos devido a natureza colacionável. E por que não fazer um RPG colacionável? Cada caixa/deck/revista possui alguns personagens (não precisa nem ter nível, poderia ser apenas equipamentos), criaturas/vilões, e aventuras (e ferramentas para novas aventuras). Os jogadores poderiam formar seus personagens com cartas (representando raça, classes, equipamentos) com total de N pontos, versus o mestre com uma dungeon/aventura contra esse X personagens de N pontos. Ou um contra outro. Seria uma espécie de Card Game mais RPG. Para se ter acesso aquela carta rara compraria-se mais “pacotes” (boosters) até conseguir.

Por que não lucrar mais também com aventuras do que com os livros de regras monstruosos (50 paginas já entra nessa categoria), que para um país semi-analfabeto ninguém gostará de ler? Em vez de vender 100 páginas de regras, 10 páginas, e mais 10 aventuras! E por que não dividir as 10 páginas em vários produtos pequenos e disponibilizar as regras on-line (ou simplificar para caber em 2 paginas) e vender ao gosto do cliente?

Não sei se algumas dessas idéias seriam realmente rentáveis, mas resumindo acho que o que falta é criatividade. RPG é um jogo que não precisa estar amarrado ao modelo monolíticos de 30 anos atrás, podemos inovar, criar novos jogos inspirados no RPG (como o a penny for your thoughts), fazer mini jogos textuais, como aventuras solos para iphone e vender na istore… as possibilidades são infinitas, e nenhuma impediria que nossos bons jogos monolíticos deixassem de existir, e deixarmos de jogarmos, não é por que gostamos do jeito que é que precisa ser feito do jeito que é (e muito menos que todos gostarão).

A maior prova disso são os Games de RPGs. Já provamos que evoluir, e enfrentar desafios é bom e divertido, agora ninguém precisa ler um manual de 50 páginas para fazê-lo. É por isso que os games fazem sucesso, se inspiraram no RPG e fizeram algo novo, e não necessariamente melhor, mas mais acessível. Joguei uma partida no novo final fantasy e quase que não precisei ler nada para derrotar o desafio, para mim é broxante, mas para outros não. Na verdade dizem que o que atraí mais é a história, e isso é a magia do RPG, fazer com que o jogador faça parte da história, e possa até influencia-la.

Então quando forem fazer novos produtos, desliguem sua mente, e reinvente o RPG, sempre pensando em atrair novos jogadores e não em concorrer com os jogos já existentes, pois se não é como tentar fazer um novo refrigerante de cola do zero e concorrer com a coca-cola, pepsy ou doly. Já temos produtos no RPG com preços altos, baixos, e até gratuitos, líderes de mercado, mas como todos sabemos temos poucos RPGistas (em comparação a população total), então precisamos é mudar o paradigma.

OBS: Se alguém for usar algum dessas idéias por favor me chame como sócio, eu agradeço 🙂 (e trabalho junto é claro 😉 )

9 Respostas to “É Possível lucrar com RPG?”

  1. Muito bom seu artigo. Realmente não é fácil desligar a mente e reinventar nosso hobbie, mas a idéia de criar modelos menores, mais baratos e de maior divulgação é excelente.

  2. Cara sempre pensei em ganhar dinheiro com RPG, acredito muito nos livros de aventuras-solo, mas acho que o formato precisa ser mudado, quem sabe um website de aventura solo, com figuras, imagens, sei lá ??
    Ou até mesmo como algumas editoras americanas que publicam somente cenarios e aventuras para determinados sistemas criados, no Brasil o mercado de RPG é muito pouco explorado

  3. As vezes para aprender um novo RPG é complicado “desligar a mente” imagina para criar!

    Mas concordo o que falta mesmo no RPG é sangue novo!

  4. Falta é o 3D&T ser vendido em bancas de jornal novamente, eu (e muita gente) conheci o RPG por isso, senão nem saberia o que é RPG.

    Na minha opinião falta um sistema simples com poucas regras como vc falou e que seja de facil acesso para o público jovem.

    A gurizada de hoje em dia iria se amarrar em RPGs de Naruto, e outros animes e seria uma ótima forma de iniciar novos jogadores no RPG.

  5. Renato Trimegisto Says:

    Falta divulgação. Ultima vez que ouvi falarem de RPG na TV foi por uns 10 segundos quando comprovaram que ele nada tinha a ver com aquele crime que ocorreu a algum tempo.

    Bem que editoras maiores como Devir e Jambô poderiam tentar fazer comerciais ou chamar a atenção da midia de alguma forma positiva, e não só quando programas de fofocas tentam por a culpa no jogo quando tem algum problema.

  6. novamente um ótimo post aqui no pergaminhos dourados meus parabens falou e disse espero que o marketing usado nos rpgs mude e comece a aprender como chamar novos jogadores !!!

    obs: gente o blog http://www.falandoderpg.blogxpot.com voltou a ativa se puderem deem uma passada por lá e comentem os posts

    • Valeu, inclusive já já começo a publicar um RPG baseado em uma das idéias que apresentei no post. Um jogo apenas com cartas, desda criação dos personagens, até a criação da aventura.

      Mas o cenário que estou criando é que vai ser melhor.

  7. Tio Lipe "Cavaleiros" Says:

    Olá!
    Mais uma vez demorando séculos para ler uma postagem daqui… 😄
    Cara, ótima postagem, mas realmente falta formas de alcançar o público mais jovem. Lançar jogos baseados em Naruto ou Ben 10, por exemplo, podem até parecer boas idéias, mas questões como direitos autorais podem pesar no preço do produto final. Uma forma legal de usar estes temas seria em eventos, como os de Anime, onde sempre tem muitos jovens.

    Agora criar novos jogo, que usem cards, é complicado, e ainda mais de conquistar o público geral. Mas tentar sempre, desistir jamais! Quem sabe um dia consigamos… 😄

    Até and Bye…

  8. colocação de produtos; marketing agressivo/viral E boa relação custo benefício. isso q faz qquer produto ter uma chance no mercado. enquanto o nicho for fechado nas velhas empresas e os proprios “desenvolvedores” encararem a coisa de forma amadoresca, o negócio não vai pra frente. msm.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: