Mundo da Morte (World of Death): Outras criaturas sobrenaturais (Parte 4)


“Minha vida adulta toda só fiz uma coisa: Matar bestas sobrenaturais.
Foram mais de ma década participando de um clube de caça nada convencional.
Vampiros, lobisomens, bruxas, bichos papões, fantasmas e até zumbis. Bestas sobrenaturais, pronto para o abate, a caça mais arriscada do mundo.
Os mais antigos no clube diziam que havia uma hierarquia superior, segredos guardados e missões a serem efetuadas. Para mim era mais um esporte.
Quando eles chegaram foi difícil sobreviver, a maioria de nossas táticas de caça não durava muito contra uma horda de corpos mortos vivos comedores de carne humana.
Do pequeno grupo que conseguimos formar inicialmente, apenas eu consegui sobreviver.
Agora me juntei a esse grupo bizarro, com bestas sobrenaturais. Até pouco tempo eu achava que eles eram culpadas disso, mas parece que estão piores que nós.
Revistando as coisas deles, para saber se podia confiar achei um livro estranho, parecia falar sobre o que estava acontecendo. De hoje em diante sempre andarei com uma estaca e uma bala de prata para ter como me defender.”

Relatos de um caçador.

Nem só de vampiros, lobisomens e zumbis vive o Mundo da Morte (ou seria: morre no Mundo da Morte). O que aconteceria se o jogador quisesse jogar com um mago, um fantasma ou até um anjo? Primeiro, o cenário não é exatamente um cenário 100% fechado. Como é pós apocalíptico qualquer coisa do passado pode ainda existir ou ter sido perdida para sempre.

Mas para explicar um pouco mais o cenário e apresenta a minha opinião de como cada criatura se comportaria nesse mundo vamos fazer um apanhado geral sobre elas. Afinal as possibilidades são infinitas.

Magos: Em um mundo que o sobrenatural existe é factível que a magia também exista. Todos os humanos que a usarem, seja através de forma ritualística, ou deforma mais intuitiva são chamados genericamente de magos. No mundo das trevas (storyteller) temos dois tipos de magos: os magos ritualistas, e os magos alteradores de realidade. Esses últimos são muito poderosos, e em um mundo cheio de zumbis as pessoas estariam propensas a acreditar em seus efeitos, evitando o chamado paradoxo.

Múmias: São seres criados após a morte de um humano por um ritual que visa manter o corpo em bom estado para a ressurreição. As múmias no mundo real nunca ressuscitaram, e, em um apocalipse zumbi “realista”, poderiam até retornar como zumbis (mesmo que nenhuma função vital fosse possível, e no final restasse apenas um monde de pó e esqueletos). Mas em um mundo onde algumas delas pode ter servido para ressuscitar um humano eles teriam acesso a poderes relacionado aos mortos e espíritos, se tornando muito eficientes contra zumbis. No mundo das trevas (até onde ouvi falar) elas são praticamente imortais, e se encaixariam bem em uma campanha para tentar impedir O Fim.

Fantasmas: Duas coisas poderiam acontecer com os espíritos dos mortos que não puderam voltar como zumbis: participar da maldição e atacar os vivos mesmo em estado translúcido, ou tentar ajudar a impedir a matança de seu próprio corpo. Um fantasma como personagem jogador poderia servir como espião do grupo, ficando alerta contra invasões zumbis nos esconderijos. Os zumbis poderiam também poder atacar os espíritos, onde o objetivo seria consumir a própria alma morta que não foi para o além, ai qualquer vantagem de ser um fantasma e o terror do jogador ao descobrir isso seria bem interessante.

Seres do Sonhar/Pesadelo: Criaturas relacionadas com conto de fadas, histórias inventadas e lendas (antigas e urbanas) levam a criação de um conceito de mundo dos sonhos, onde cada criatura (e até lugares) que já participou de um sonho ou pesadelo realmente existe, Seja criado pelo sonho, seja existentes a eternidades e acessarem o mundo real através de sonhos. Em todo caso o mundo do sonhar agora seria um pesadelo, onde todos sonhariam com zumbis. Uma dessas “fadas” poderia sair do sonhar para buscar uma solução, encontrando assim mais terror, ou poderia sair para ajudar na matança (e quem sabe se tornar vítimas dos zumbis).

Caçadores: humanos treinados para caçar criaturas sobrenaturais, seja bruxas, vampiros, ou lobisomens. Em um apocalipse zumbi eles teriam poucas escolhas de sobrevivência, e pensariam duas vezes antes de matar uma criatura sobrenatural pretendendo ser aliada. Seriam detentores de grande informação, podendo conduzir o grupo para um local bem protegido e com mais caçadores (ficando ao cargo do mestre decidir se os outros caçadores estariam dispostos a ajudar as criaturas sobrenaturais ou não).

Veja mais em:

Vampiros, Lobisomens e Zumbis

World of Death: Vampiros, Lobisomens e Zumbis

World of Death: Vampiros, Lobisomens e Zumbis (Parte 3)

Anúncios

2 Respostas to “Mundo da Morte (World of Death): Outras criaturas sobrenaturais (Parte 4)”

  1. Arquimago Says:

    Gostei da sua visão, mas o Sonhar poderia ser o único refugio sem zumbis. Ou ao menos alguns reinos dele.

    Ai se for algo do tipo precisamos de gente sonhando para existir as fadas iriam ajudar a acabar com a Horda. Se não precisassem, poderiam ficar lá e ser a salvação da humanidade…. ou continuar com seus jogos e usar os humanos agora mais desprotegidos para torturarem e abusarem ainda mais.

  2. legal gostei muinto zika kkkkkkkkkkkk

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: