Lobisomem, No Apocalipse


Mais uma “Iniciativa Mutantes e Malfeitores”, Dessa vez o tema é Storyteller. Eu escolhi adaptar um pouco do mundo dos Garous, ou Lobisomens, que temiam a chegada do apocalipse. Mas eu resolvi ir mais além, e decidi que eles já estão no apocalypse.

Nesse mundo os Garous são bastante raros, e a cultura foi praticamente perdida, pouco mais que algumas dezenas de Caerns (os santuários dos Garous, onde podiam realizar seus rituais e se preparar para guerras em segurança) sobreviveram ao Apocalipse, sofrendo ataques diários. Nesse mundo as rivalidades entre as tribos foram esquecidas, restando apenas resquícios das elaboradas culturas de outrora.

lobisomem_3eNesse mundo os novos Garous se encontram perdidos no mundo, sem orientação de como utilizar seus poderes ou de como sobreviver aos perigos da wyrm. Os lupinos quase não existem mais, e os impuros foram os causadores parciais da extinção, com seu numero cada vez mais crescentes mas impossibilitando a proliferação da espécie. São um pouco piores que os Roedores de ossos de outrora.

lobisomen 1Então nesse cenário, o jogador é um hominídeo, sem tribo, perdido no mundo. Crie personagens humanos com PL 3 (ou menos) e dê os poderes abaixo (mínimo 35 pontos de forma alternativa, super movimento, e gnose e fúrias 1). Pode comprar dons, fúria e gnoses com até 10 pontos de poder (suficiente para completar os pontos para PL 6).

Os poucos dons (poderes que quase sempre imitam habilidades de animais) que eles conseguem aprender sozinhos se encontram descritos, mas caso consiga ter contato com a Umbra (e sobreviver), pode encontrar espíritos e aprender novos dons.

As Muitas Formas

Os Garou podem alternar-se entre cinco formas, variando da Hominídea (humano puro) até a Lupina (lobo puro). Cada forma apresenta suas vantagens e desvantagens.

Formas alternativa 6 (Pode se transformar no poderoso Crinos ou em formas mais fracas como Glabro, Hispo e Lobo)

Vulnerabilidade – Prata (Impede regeneração) [Freq CD 10] [Save DC 15] -2 pp

Forma Glabro:

Força aprimorada 4, Constituição aprimorada 4, Pericias aprimoradas (Intimidação 4), Regeneração 4 [Bruised 2, Injured 1, Staggered 1]

7_mutacao

Forma Crinos (Lobisomem):

Força aprimorada 6 (8 + crescimento), Destreza aprimorada 2, Constituição aprimorada 4 (6 + crescimento), Crescimento 1 (permanente, 2pp), Super-Sentidos 3 (Rastrear, Faro, Visão na penumbra, 3pp), Golpe 4 (FP: Pujante, Critico aprimorado, Extra: incurável, 10 pp), Pericias aprimoradas (Intimidação 8, Sobrevivência 8, 4pp), velocidade 1, Regeneração 4 [Bruised 2, Injured 1, Staggered 1], não fala (-4pp)

Forma Hispo:

Força aprimorada 4 (6 + crescimento), Destreza aprimorada 4, Constituição aprimorada 4 (6 + crescimento), Crescimento 1 (permanente), Super-Sentidos 3 (Rastrear, Faro, Visão na penumbra), Golpe 3 (FP: Pujante, Critico aprimorado, Extra: incurável), Pericias aprimoradas (Intimidação 4, Sobrevivência 8), velocidade 1, salto 1, Regeneração 4 [Bruised 2, Injured 1, Staggered 1], Sem mãos -4, não fala -4

Forma Lobo (Lupino):

Força aprimorada 2, Destreza aprimorada 4, Constituição aprimorada 4, Super-Sentidos 3 (Rastrear, Faro, Visão na penumbra), Golpe 3 (FP: Pujante), Pericias aprimoradas (Intimidação 4, Sobrevivência 8), velocidade 2, salto 1, Regeneração 4 [Bruised 2, Injured 1, Staggered 1], sem mãos -4, não fala -4

Fúria

(2 pontos de poder por nível)

Os Garou são criaturas de instinto e paixão, não apenas porque uma Fera reside em seus corações, mas porque eles nunca abandonam a alma da natureza em sua perseguição incansável pela civilização.

A Fúria é uma medida da capacidade de um personagem para a loucura absoluta, bem como para a determinação. É o magnetismo animal e a luxúria que provém do instinto; é o temor que deriva da ignorância e do ódio gerado pela insanidade.

Trate a fúria como um poder fortalecer, que atua na regeneração e no golpe (adicionando o extra regeneração), mas de uso pessoal:

Fúria (Fortalecer: Regeneração, golpe + Extra: automático, Limitação: apenas em si mesmo) 2pp/nível,

No sistema original a quantidade de fúria inicial é determinada pelo augúrio do personagem, que pode comprar mais fúrias com pontos bônus (podendo chegar a 10). Por isso, é permitido ter fúria maior independente do augúrio, mas fúria um indica que você é um ragabash, fúria dois que você é um ragabash ou teurge, e assim por diante.

coyotemoonAugúrios

Definida o relacionamento do garou com a Lua, definindo a afinidade com a batalha. Depende da lua em que o Garou nasceu. De certa forma são as “profissões” dos garous em sua sociedade, ou como a cultura Garou interpretou essa ligação.

Ragabash: Lua Nova. O Trapaceiro: questionador das tradições. Fúria mínima: 1.

Poderes (dons) relacionados a furtividade e infiltração. O mais adequado inicialmente é “Embaçamento da Própria Forma” (camuflagem: visão, Falha: passivo, PP:1/nível), que pode ser extendido aos outros sentidos com a passagem de posto (veja abaixo).

Theurge: Lua Crescente. O Vidente: pesquisador das tradições. Fúria mínima: 2.

Poderes (dons) relacionados a cura e espíritos. O mais adequado inicialmente é “Falar com espíritos” (compreender: espíritos, 2pp), e “toque da mãe” (cura X, FP: Persistente, regrow, PP 2/nível+2).

Filodox: Meia Lua. O Juiz: guardião das tradições. Fúria mínima: 3.

Poderes (dons) relacionados aos sentidos. Inicialmente o mais adequado é “Verdade de gaia“ (ler mentes, falha: apenas sabe se está falando a verdade, pp1/nível).

Galiard: Lua Minguante. O Dançarino da Lua: amante das tradições. Fúria mínima 4.

Poderes (dons) relacionados aos animais (“Falar com animais”- compreender: animais, 2pp), e comunicação (“Comunicação Telepática” – comunicação 3, 3pp).

Ahroun: Lua Cheia. O Guerreiro: protetor das tradições. Fúria mínima 5.

Poderes (dons) relacionados a batalha (“Garras Afiadas” – Eleva o poder Golpe em +3, 9pp; “O Toque da Queda” – derrubar, 1pp/graduação ).

Raças

Um Garou geralmente nasce do relacionamento de um Garou com Humano, ou com Lobo. Apenas 10% dos filhos serão Garous (a não ser que seja relacionamento com parentes – filhos de Garous que não se tornaram Garous). Caso venha do relacionamento com Humanos são chamados Hominídeos, caso seja com Lobos são chamados Lupinos. Garous podem se relacionar entre si, e as crias desse relacionamento são sempre deformadas, chamadas de Impuros pela sociedade Garaou. Os Impuros costumavam ser sacrificados durante o nascimento (Assim como os pais), mas com a possibilidade de extinção dos Garous essa tradição está sendo esquecida com o tempo (mas desse dia em diante a vida dos pais e do Impuro será bastante difícil). Hoje em dia Lupinos e Impuros são bastante raros.

Gnose

(1 ponto de poder por nível)

A Gnose incorpora a ligação entre o Garou e a Mãe Sagrada. É um pedacinho de Gaia bem no fundo do coração de todos os lobisomens. A Gnose mantém o Garou unido com Gaia e permite que ele compreenda o equilíbrio da natureza.

Em termos de jogo a gnose é bastante útil na Umbra, e para ativação de alguns dons (poderes) e rituais (poderes com falha: ações em granes níveis). Em Mutantes e Malfeitores considere eu nível como bônus nos testes de poderes relacionados a espíritos e animais. Na Umbra transforme a gnose em resistência para resistir a danos de espíritos.

Viagem Umbral

O Garou pode viajar para Umbra, o mundo dos espíritos (seres formado de energia pura, representando idéias, seres e objetos do mundo real – não confundir com espíritos de mortos).

Super movimento 2 (dimensional: umbra, 2pp).

Veja Também:

Poney Riders – Scion (Parte 1)

Notícias da Terceira Terra – Storyteller

Anúncios

5 Respostas to “Lobisomem, No Apocalipse”

  1. […] dois posts da Iniciativa M&M sobre o tema Storyteller No Pergaminhos Dourados uma adaptação de Lobisomem e no Notícias da Terceira Terra uma adaptação de […]

  2. Achei que a adaptação ficou boa, mas acho que dá para subir em um nivel os poderes.

  3. Devo admitir que não conheço muito o M&M, apesar de estar narrando uma campanha (ainda não tenho prática com as regras, mas eu chego lá).

    Não posso opinar no quesito adaptação, mas achei sua idéia de um mundo onde o apocalipse já ocorreu muito legal. Pensar que o final dos tempos não foi bem um final, e que existe ainda algo a se fazer é um cenário que pode render muita coisa.

    Parabéns pelo trabalho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: