Churrasquinhos Dourados: Carne Guisada


No 1º de abril, mandei uma de “abandonei o site, pegue quem quiser”, o d.darkangellus, leitor assíduo do Pergaminhos Dourados foi o herdeiro do site, mas o transformou em um site de culinária. O Nordestinus então mandou:

“Pro Darkangellus naun perder a receita, bem que poderia sair aqui algumas receitas típicas da europa medieval…”

Então, atendendo a pedidos, uma nova coluna do blog, os Churrasquinhos Dourados!

Aqui apresentarei algumas receitas medievais. São receitas traduzidas de manuscritos medievais. Apresentarei a forma original (com até algumas letras antigas) e a forma moderna de preparar o prato. É claro que não sou o autor dos pratos, visto que não sei quase nada (para não dizer “bulhufas”) de cozinha, mas colocarei o site original para possível erro ser corrigido pelo original (normalmente em inglês).

e com vocês o primeiro prato:

Carne Guisada (Beef y-Stywyd)

Período: Inglaterra, século 15. | Fonte: Harleian MS 279 | Classificação: Autêntico

Descrição: Carne de costela Guisada

Original:

.vj. Beef y-Stywyd. Take fayre beef of þe rybbys of þe fore quarterys, an smyte in fayre pecys, an wasche þe beef in-to a fayre potte; þan take þe water þat þe beef was soþin yn, an strayne it þorw a straynowr, an sethe þe same water and beef in a potte, an let hem boyle to-gederys; þan take canel, clowes, maces, graynys of parise, quibibes, and oynons y-mynced, perceli, an sawge, an caste þer-to, an let hem boyle to-gederys; an þan take a lof of brede, an stepe it with brothe an venegre, an þan draw it þorw a straynoure, and let it be stylle; an whan it is nere y-now, caste þe lycour þer-to, but nowt to moche, an þan let boyle onys, an cast safroun þer-to a quantyte; þan take salt an venegre, and cast þer-to, an loke þat it be poynaunt y-now, & serue forth.

– Austin, Thomas. Two Fifteenth-Century Cookery-Books. Harleian MS. 279 & Harl. MS. 4016, with extracts from Ashmole MS. 1429, Laud MS. 553, & Douce MS 55. London: for The Early English Text Society by N. Trübner & Co., 1888.

Tradução:

Carne Guisada. Pegue um pouco de carne das costelas dianteiras, e corte em pequenos pedaços, e lave a carne em uma panela suficiente; Depois pegue a água em que a carne foi lavada, e coe através de um coador, e ferva a  mesma água junto com a carne em uma panela, e deixando-os cozinhar juntos; Depois pegue a canela, cravo, maçã, grãos do paraíso (Cardamomo), pimenta cubeba (similar a uma pimenta do reino), e cebolas picadas, salsa, e menta, e jogue-os na panela, e deixe-os cozinharem juntos; Depois pegue um pedaço de pão, molheo com o caldo de carne e vinagre, e depois seque-o com o coador, e deixe-o parado; e quando ele estiver quase pronto, adicione o caldo na panela, mas não muito, e depois deixe-o cozinhar um pouco, e adicione um tanto açafrão na panela; Depois pegue o sal e vinagre, e o adicione na panela, e prove o gosto  está forte o suficiente, E sirva depois.

Ingredientes:

  • Carne de costelas
  • Canela em pau
  • Cravo (pó)
  • Maçã
  • Grãos do Paraíso (ou substituir por Cardamomo)
  • Pimenta Cubebe (ou substituir por pimenta do reino)
  • Cebolas, picada
  • Salsa, picado
  • Menta
  • Migalhas de pão
  • Vinagre de Vinho Tinto
  • Açafrão ou algumas gotas de corante alimentar amarelo
  • Sal

Modo de preparo:

Coloque as costelas em uma panela grande; Encher com água. Deixar até ferver; adicione todas as especiarias exceto sal e açafrão e reduzir o calor para fervilhar. Continue fervendo até que a carne seja completamente cozida. Remova um pouco do caldo; derrame lentamente, misturando cuidadosamente o caldo, vinagre de vinho tinto, e migalhas de pão em um  molho como consistência suave. Quando a carne for cozida, acrescentar um pouco dessa mistura na panela, apenas o suficiente para engrossar um pouco o caldo. Tenha certeza de que este caldo grosso seja cuidadosamente misturado com o caldo. Volte a ferver e cozinhe durante mais alguns minutos. Reduza o fogo, adicione sal a gosto e adicione vinagre suficiente para lhe dar um sabor ligeiramente azedo – o gosto precisa ser “pungente.”  Remova os paus de canela. Sirva em seguida!

Fonte: http://www.godecookery.com/mtrans/mtrans29.htm

Advertisements

12 Respostas to “Churrasquinhos Dourados: Carne Guisada”

  1. d.darkangellus Says:

    PQP ,genial,cara!

    Criatividade Nota 10!

  2. d.darkangellus Says:

    Ah,sim…sou leitor assíduo mesmo,o primeiro a comentar e provar do churrasquinho. 😀

  3. gilberto Says:

    quero receita de hidromel e coxa de javali 😄

  4. Gilberto, receita de hidromel tem no Pensotopia…
    Agora coxa de javali, vou esperar pra ver… E tentar fazer com o primeiro porco que eu tiver a chance… aushauhsuahs

    Obrigado aê pela citação Rodrigo…

  5. Gilberto, receita de hidromel tem no Pensotopia…
    Agora coxa de javali, vou esperar pra ver… E tentar fazer com o primeiro porco que eu tiver a chance… aushauhsuahs

    Obrigado aê pela citação Rodrigo…
    Vou mostrar esse post e todos os relacionados à minha esposa…

  6. Dois posts???
    Dá pra fazer isso ou foi bug do WP???

  7. Olá!
    Uhahahahahaha, que genial! Uma idéia realmente inesperada.

    Até and Bye…
    PS: quando vi a imagem pensei que era Feijoada com rapadura 😄

  8. Caral**, nun é que parece mesmo feijoada com rapadura…

    Aê, no nordeste tem muito disso… vc eh daqui???

    auhsuahsuahs

  9. Show a receita, Javali eu já comi, a carne é boa sim. O hidromel eu tenho vontade.

    Ps. Otimo post

  10. fernandofenrirx Says:

    nossa Rodrigo! Essa foi massa!

    Ou melhor! Carne 😀

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: