Minotauros de Rygar (D20)


Em uma cidade enorme como Rygar chegar em um canto ao outro é bem difícil, mesmo com as pontes para atravessar grandes distancias. A burocracia anda é um problema, e achar um lugar especifico em um bairro grande muitas vezes é necessária a compra de informações de um membro da guilda dos informantes, recebendo a informação por um dos seus velozes e exóticos mensageiros.

E mesmo assim, os mapas geralmente são desatualizados e não legíveis, fazendo com que todos os dias alguns cidadãos de Rygar se perdederem. Agora imagine os visitantes!

É nesse ambiente caótico que Targon, o primeiro minotauro que chegou em Rygar, se viu em casa. Becos, túneis, muros, portais, ruelas, bifurcações, trifurcações, . . . tudo isso e um pouco mais fizeram Targon confortável, mas sua aparencia e manias de comer cachorros não o fez achar um emprego decente.

Então parado, desempregado, sem nenhum cachorro para comer, em uma rua que levava a 6 caminhos, algo agradável para um minotauro, ele encontrou um  cidadão, que apesar de desorientado, não teve medo do homem-touro, e ele pergunto:

Minotauros de Rygar: Corcundas que nunca se perdem!

Minotauros de Rygar: Corcundas que nunca se perdem!

– Qual dessas ruas leva até a praça das raças?

Naturalmente Targon respondeu sem titubear:

– O terceiro é claro.

Então recebeu um peça de ouro pela resposta.

Desde então Targon procurou guiar os viajantes perdidos em Rygar. Targon ficou famoso como o melhor guia de Rygar, principalmente depois que se mostrou ainda útil como guarda costas contra ladrões que espreitavam nos becos que levavam aos caminhos certos. Essa notoriedade fez com que alguns cidadãos mais abastados quisessem contratar (ou escravizar) minotauros para uso pessoal, ou até mesmo os alugando com mercadorias. Isso de fato aconteceu, e hoje os minotauros existem em uma quantidade razoável.

Dizem que se você andar por Rygar um dia todo verá pelo menos um minotauro em suas ruas (o mesmo não se pode dizer de cachorros).

É claro que os minotauros de Rygar criaram uma linhagem própria, tendo costumes e aparecias semelhantes. São eles:

  • A pelagem dos minotauros de Rygar geralmente é negra
  • Seu torso é extremamente volumoso em comparação a parte inferior do corpo, isso inclui pernas relativamente magras.
  • Minotaouros de rygar são bem menores que seus primos selvagens.
  • Seus chifres brancos costumam ser adornados com anéis, quanto mais anéis mais experiente o minotauro (Turgon parece que chegou a ter centenas deles).
  • Se inspirando nos costumes do lendário de Targon eles costumam comer cachorros, e pagam caro por cães de raça.
  • Como a escravidão é proibida em Rygar, eles costumam viajar para tentar se reproduzir (visto a repulsa da maioria das fêmeas de outras raças pelos minotauros).

Andar acompanhado de um minotauro atualmente é a melhor forma de se viajar pelos bairros mais intrincados e perigosos de Rygar, e apesar de não terem uma guilda organizando suas atividades não é difícil vê-los interagindo com mensageiros (quando um deles não se torna um). A Altíssima ordem dos burocratas faz questão de acompanhar de perto todos os minotauros, registrando-os e identificando suas localizações, afim de evitar crimes cometidos por essas poderosas criaturas, concedendo até passagem livre para aqueles que mantiverem identificação visíveis e claras de seu registro.

Características raciais

+2 força, +2 constituição, -2 inteligencia, -2 carisma: Os minotauros de rygar são fortes e resistentes, mas pouco pacientes e introspectivos.

Tamanho Médio: Os minotauros são criaturas médias, e não possuem bônus ou penalidade devido a seu tamanho.

Deslocamento Normal: Os minotauros têm um deslocamento base de 9 metros.

Chifres: Os chifres de um minotauro são considerados uma arma natural e causar 1d6 de dano perfurante.

Sentido de direção: os minotauros ganham bônus de +4  nos testes de pericias sobrevivência em locais fechados para localizar passagens.

Idiomas: Os minotauros começam o jogo falando comum. Minotauros com valor de inteligência elevado podem escolher os idiomas: Gigante, Orc, Goblin e Terran.

Classe favorecida: Ranger

Rygar é uma cidade coletiva construída pelo grupo de blogueiros de RPG, e teoricamente estará em desenvolvimento em vários dos sites da blogosfera. E o próximo passo pode ser o seu. Ajude-nos a desenvolver esta idéia em seu blog.

Veja Também:

A Altíssima Ordem dos Burocratas de Rygar

Os Muros e Pontes de Rygar

A Encruzilhada das Pedras

A Guilda dos Informantes de Rygar

Projeto de Cenário “Blogalizado”…Rygar!

A Praça das Raças – uma adição a Rygar

A Mensageira – um conto sobre Rygar

Advertisements

2 Respostas to “Minotauros de Rygar (D20)”

  1. Belo Artigo Rodrigo!

    Aproveito pra confirmar a heráldica de Rygar pra esta semana. O Artigo já está pronto, mas ainda não decidi o dia, mas deve ser entre quarta e sexta dessa semana.

    Abraços

  2. rsemente Says:

    Obrigado Antonio, desculpe a demora para responder. É impressão minha ou o pessoal “desanimou”?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: