Sandman: Antes tarde do que nunca!


Finalmente conheci a história que deu origem ao fantástico e icônico personagem de Neil Gaiman: Sandman.

Dia 18 de março de 2009 minha irmã pediu que comprasse para ela Sandman: Prelúdios e Noturnos. A pesar de ser leitor antigo de quadrinhos nunca tinha comprado ou tido contato com nenhuma história de Sandman. Estava em mãos um volumão de quadrinhos, e sem tempo para lê-lo. Também não sabia que nesse volume se encontrava reunidas as primeiras histórias de Sandman, que contavam exatamente a “origem” do personagem.

Dia  20 de março conversando com minha irmã ela me avisa da real natureza do livro, e então tomo coragem de começar a devorar suas paginas. Terminando de ler no outro dia (ou foi o mesmo dia, minha mente realmente esta começando a falhar), realmente percebi por que da história ser reverenciada como um dos melhores trabalhos de HQ de todos os tempos.

O que mais me chamou a atenção foi que Sandman/Morpheus é na verdade uma reconstrução de um antigo personagem da DC de mesmo nome, que já tinha sido reconstruído uma vez por Jack Kirb (esse só conheci durante a pesquisa dessa matéria). Os quadrinhos são famosos por seus retcons, mas a história de Neil Gaiman não é exatamente um retcon, mas sim a criação de um novo personagem, fracamente baseado/homenageado nos antigos, que se encaixou perfeitamente com a história de todos seus antecessores.

Cara de um...

Tudo isso para criar uma história realmente empolgante, inovadora e surreal.

Aqui não entrarei em detalhes sobre a história, pois ou vocês conhecem de cor ou não conhece, e spoilers tornaria a parada sem graça.  Mas para não deixar a matéria 100% anacrônica…

.

Sandman no RPG

Para não sair exatamente do tema RPG, pensei em como o tipo de reconstrução feito por Neil Gaiman em Sandman pode ser feito no RPG. Primeiro temos que ter um personagem (Jogador ou RPG), onde seu criador deseje a mudança desse personagem da água pro vinho. Os motivos para isso pode ser a simples insatisfação do “agora” do personagem, a criação de uma trama épica, a falta do jogador em um determinado período da campanha (fazendo o personagem fraco demais para a campanha atual), ou até a ressurreição do personagem.

...focinho de outro!

Agora independente do que o personagem faz a origem dos poderes e habilidade ou motivação inexplicável das ações do personagem serão atribuídos a um novo personagem. Não precisa ser exatamente como uma “entidade suprema”, pode ser uma criatura poderosa (espíritos, anjos ou demônios), um espírito de um ancestral (alguém se lembra de fantasma), aqui a imaginação é o limite.

Esse novo personagem-entidade pode ser usado diretamente como personagem em uma campanha onde ele se adéqüe. Pode ser uma nova campanha ou a mesma, sendo que provavelmente agora em um de poder mais elevado. Ou apenas como base sobrenatural para a transferência de poderes/habilidade para um novo personagem de poder ainda limitado. Pode ser ainda usado como a fonte de novos poderes para o mesmo personagem na campanha.

batmanPara explicar melhor como fazer isso vamos exemplificar. Sempre gostei de Batman, e em diversos momentos dos quarinhos e filmes, a imagem de “um morcego sobrenatural” durante a queda de Bruce Wayne na caverna, ou quando a janela da mansão Wayne foi quebrada no momento do retorno de Batman na saga Cavaleiros das Trevas. Então poderíamos criar uma explicação que esse morcego fosse algo realmente sobrenatural, que fez com que Bruce Wayne se tornasse o Batman, mas não com poderes, e sim como uma inspiração mística, o tornando capaz de sobrepujar o medo e perseverar nos momentos de cansaço e dor que o personagem sofre constantemente. Creio que Bruce Wayne já passou muito tempo como Batman, e já deveria estar bem velho, e um novo personagem poderia surgir como sucessor de Batman, e a explicação para que isso aconteça poderia ser o encontro com esse morcego. (OBS: a idéia é relativamente tosca, só usei como exemplo, prefiro Batman se aposentando e treinando e apoiando um sucessor).

Um exemplo fantasia medieval pode ser que aquele NPC que você como mestre não queria que desaparecesse para sempre quando os personagens finalmente o mataram, então a entidade poderia aparecer e mostrar ser realmente o verdadeiro inimigo, ou a criação de um novo vilão com as mesmas habilidades ou habilidades similares concedidas/inspiradas pela entidade. Esse mesmo pensamento pode ser usado para um PC, onde o jogador queira continuar a mesma linha de ações com outro personagem, seja como inspirado pela entidade (um personagem similar) ou com a entidade (um personagem completamente diferente).

Advertisements

3 Respostas to “Sandman: Antes tarde do que nunca!”

  1. Sandman é muito louco! Já li quase todos, e adoro os perpétuos! Estou esperando o filme que possivelmente saia em 2010!

  2. Rodrigo! como vc não tem banner de seu blog, tomei a liberdade de fazer um!

    conforme sua entrada inicial, e transformei ele em banner.. veja lá no meu blog! querendo passo o html dele! vlw

  3. Olá!
    Olha, Sandman é muito bom. Aconselho ler tudo o que puder, principalmente Estação das Brumas. Agora não consegui entender a fusão da sua matéria posterior com o tema de Sandman.

    Acho que uma aplicação do Sandman ao RPG seria a própria existência dos Perpétuos (você ainda precisa conhecê-los melhor para ter noção da grandiosidade deles e da idéia que eles representam). Já pensou em um mundo medieval onde os deus são seres relativamente ativos e desconhecem a existência de deuses que representam aquilo que não apenas os homens possuem, mas tudo o que vive no universo e planos? Leiam mais Sandman para entender o que quero dizer.

    Matéria boa, mas um poucom complicada de assimilar.
    Até and Bye…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: