Convencendo sua companheira a jogar RPG


Raros, mas não impossivel.

Casal no RPG: Raros, mas não impossivel.

Para que todos consigam um 2009 com muito jogo de RPG está matéria irá ajudar os RPGistas enamorados.

Como falou a parodia do Johnny, no d3 System, normalmente temos que escolher entre o jogo e a companheira, e essa matéria tem como propósito dar dicas para resolução pacifica desse problema. Esse tema é difícil e não tenho pretensão de que todos sejam 100% infalível, mas vou tentar dar umas dicas para ajudar nisso. Primeiro contarei um pouco da minha experiência, e depois dicas mais objetivas.

Tenho um relacionamento há vários anos, e no inicio ela não entendia nem o que era RPG, como quase todo mundo.  Apenas depois de casado consegui que ela jogasse algumas partidas, mas ainda não consegui fazer com que ela adquira o gosto total pelo RPG. Acho que o grande problema é que reduzi bastante meus jogos (na verdade o grupo como um todo), e não sou um mestre tão bom.

Apesar disso acho que já consegui bastante coisa, ela já jogou duas seções, o que melhorou sua aceitação e a fez rumar para a 3 seção. Ela também adora a trilogia senhor dos anéis e Star Wars, é claro que não tão profundamente quanto um True Nerd  como eu, mas ainda assim já começamos a rumar para os “Universos Expandidos”. Primeiro vamos a algumas dicas de como convencê-la a participar de seu primeiro jogo, e depois como fazê-la gostar do jogo.

1) Sempre chame-a para jogar, com a maior naturalidade, e que jogar RPG não é uma diversão diferente que qualquer outra, só incomum.

2) Procure desculpas, preferencialmente verdadeiras, da importância dela participar do jogo. “Estou testando um sistema/cenário que pretendo publicar”, “preciso de jogadores para completar a mesa”, “com você teremos mais chances de vencer o dragão”… o segredo aqui e dar importância a participação dela no jogo.

3) Essa dica é bem baixa, mas pode ser um recurso final, ao chamá-la sempre indique alguma coisa que você faz com ela por pura companhia, uma coisa que você não gosta exatamente mas que faça com ela, preferencialmente sem reclamar. Assistir novela, fazer compras de roupas, ir a festas de bebês, dançar, ir para praia, assistir romances… Mas não exagere, se não a chantagem a forçara a jogar de forma obrigada, e isso é indesejável.

Agora que você conseguiu convencê-la a jogar, vamos à dica para fazê-la gostar do seu primeiro jogo, o que é crucial para que continue a jogar:

1) Procure sempre o melhor mestre possível, e que ela fique a vontade com ele e os jogadores.

2) Mestre, ou arranje uma mesa, que o tema do jogo seja algo que ela goste em outras mídias. Filmes de Horror, então Cthulhu e WoD são ótimas opções. Romances na idade média, como o filme A Outra, Elizabeth, entre outros, faça uma trama de uma corte élfica, ou romances proibido entre dois príncipes de reinos inimigos. Filmes de aventura, o velho D&D clássico é a melhor opção.

3) Descubra o que ela gosta e tente colocar isso em seus personagens e jogos. Se ela a assistir senhor dos anéis gostou de Sam, faça um halfling guerreiro, se foi de Gandalf, um mago super apelão está de bom tamanho, se encantou com os Ents, um druida é a escolha certa.

4) Sempre faça os personagens para ela, fazer aprender as regras no inicio não é legal para nenhum iniciante

5) Use personagens que tenham o mesmo sexo que seu companheiro, ajuda a familiarização do personagem.

6) Como os dois jogadores já possuem um romance na vida real, facilita a colocação de romances no jogo, faça isso, ela pode se “apaixonar” pelo jogo.

Espero que estas dicas lhe ajudem a trazer suas companheiras para o fantástico mundo do RPG, é claro que não é uma tarefa fácil, e dependerá de muito tato durante todo o processo. Agora um grande pedido, deixem comentários com suas dicas próprias sobre como convencer-las a jogar RPG.

Feliz ano novo!

Advertisements

9 Respostas to “Convencendo sua companheira a jogar RPG”

  1. acho que é o sonho de todo RPGista querer encontrar a sua alma gêmea!
    e ainda mais com ela curtindo RPG!!! se bem que não é impossivel mesmo não, eu mesmo me interessei por uma que além de jogar RPG ainda joga MAGIC!!! Foi um bom post.

    Aproveitando que estou passando aqui, vim te informar que mundos de endereço agora estamos no: http://www.zbcast.com.br para você atualizar o seu link ai !!!! e ouça nosso mais recente episodio do ZBCast na area de PODCAST!!!

  2. Gostei do post, muito legal! Eu conversava pelo mystarans by mystarans, um grupo do yahho com o Darkblood e ele me falou dos cráditos atenção: por mais que sua namorada/esposa/noiva/ não goste, tente dar a devida atençaoa ela. a Ideia e fazer com que ela se interesse, mas que ela não pense que voce esta trocando ela pelo RPG. Colocar tb pra ela, de uma forma tranquila que cada um precisa de um momento seu e que o seu momento é jogando RPG, pode dar um cunho mais filosofico a coisa, mas cuidado. Se ela cagar pra isso vai simplesmente achar que e desculpa esfarrapada pra ficar longe dela!rs
    O importante e mostrar os beneficios e nunca os maus exemplos, até porque mesmo o RPG não tendo mau exemplo, o simples fato de voce iniciarem uma discussão vai ser motivo de sobre pra ela achar que o rpg esta fazendo sua cabeça ou que voce esta trocando ela, ou que o amor acabou e um monte de baboseira… por isso tente envolve-la em seus jogos. Se você é mestre, de certa forma é melhor ainda… convença sutilmente as amigas ou amigos dela para que ela acabe se sentindo segura em jogar com eles… seja flexivel! faça a ficha de todos e explique o básico. Asism como em umevento que sempre levamos personagens prontos, conheça os personagens de cabo a rabo para que uma consulta no livro de regras nã faça com que reverbere aquela temivel frase: “nossa que jogo complicado”…
    E uma coisa importante: Apesar de RPG ser um tipo de diversão, ele não é jogo de criança, por isso nada de conceitos infantis (pelo menos por enquanto), pois a idéia e retirar a mácula de que somos nerds retardados que ao invés de estqarmos jogando MMORPG pela net estamos jogando RPG em uma mesa e então isso é a mesma coisa – não que eu não goste de MMORPG, mas elas não gostam…
    vou falar no meu blog sobre ese tipo de relacionamento, ta ai uma boa idéia! Que tal fazermos uma campanha! xD

  3. Minha atual esposa já jogou na minha mesa, quando começamos nossa vida de casados. Ela interpretou um anão guerreiro chamado Grimm, que até hoje o pessoal que participou da mesa se lembra. Depois disso ela interpretou uma toreador chamada Srta Herrera, numa mesa de Vampiro, a Mascara. Depois disso ela abandonou a vida de RPGista. Até hoje não sei exatamente o por que, mas também não fico apurrinhando ela com essa pergunta. Não quer jogar, azar o dela. Não sabe o que tá perdendo. Ela reclama um pouco dos meus jogos, mas nada que seja totalmente sincero. Nada que demonstre que ela queira que eu realmente pare de jogar. Até por que ela sabe que ela pode espernear bastante que isso não vai acontecer…
    hehehe

  4. Gostei muito da dica “Procure desculpas, preferencialmente verdadeiras, da importância dela participar do jogo.”

    Taí. Em 2009 vou tentar fazer minha esposa jogar RPG.
    Nem que seja uma partida.

  5. Ôpa, verei se com essas dicas, minha namorada topa jogar RPG… Bem.. , ela gosta de HP e Artemis Fowl, talvez isso seja um começo, né?! Uma fagulha de esperança brota em meu ser… rs
    Brincadeiras a parte, gostei mt da matéria, mt interessante!

    http://gaiaspriest.blogspot.com

  6. […] Links mais acessados: rpgista.com.br/?p=59areacinza.orgpopdice.com.brguerrasdraconicas.wo…rpgsemcompromisso.wo… […]

  7. Nossa! nem acredito que li esse post O.O”

    uahuahuhuaahuhahuahuauahuahu

    Sem que é complexo.. muito complexo.. mas em minha experiências romanticas, digo: somente não force ou simplesmente ignore. Se ela tiver curiosidade, tudo bem… mas se não tiver… aí é muito mais complicado do que esse post, viu?

    Abraços!

  8. Obrigado a todos os comentários. Realmente não é facil mas essas dicas podem ajudar. É como um principio. Realmente se ela não quizer não tem quem faça ela jogar.

  9. Pois eu adoro RPG, meu namorado diz q joga e NUNCA me levou pra jogar com ele! Parei de pedir pra ir, pois ele nem me fala o que ele joga!!! Essa situação me deixa numa mágoa muito grande… sorte das namoradas de vcs… q bom q vcs as chamam pra jogar… tá, eu confesso: tô com inveja…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: