Arquivo de Maio 18, 2012

SMRB Fase 2: CEN-096 Distopia – A Sociedade Perfeita

Posted in cenário, resenhas with tags , , on Maio 18, 2012 by rsemente

Hoje estou com tudo, vamos para o próximo.

Veja o texto completo no site do concurso, compare com os outros cenário e vote aqui.

E veja as outras resenhas aqui.

CEN-096 Distopia – A Sociedade Perfeita

Resumo: Num mundo pleno, onde as palavras tem poder, até mesmo uma simples ideia pode significar a ruína.

Com um resumo bem simples podemos imaginar apenas um cenário como uma versão medieval de obras como 1984 e admirável mundo novo.

Os primeiros parágrafos confirmam isso, substituindo a ideia de um poder absolutista terreno por um poder religioso/divino da entidade (que na verdade é apenas terreno).

Os parágrafos seguintes são contadas a história de como o mundo ficou como ficou, começando por guerras, depois enforcamentos, depois selvageria e por fim uma nova ordem. No final descobrimos o primeiro elemento fantástico do cenário, a palavra.

A palavra aqui é tida como uma linguagem mágica que foi esquecida, mas é perseguido com vigor pela entidade. A palavra é um novo sistema de magia, um sistema baseado em substantivos e verbos, um sistema bem livro e que no momento é deixado bem vago mas torna todos personagens como conjuradores. Isso faz deste cenário o segundo cenário que joga grande parte do livro de regra pelo ralo.

Por fim é apresentada um conceito quase intangível do véu, o efeito de medo que a população passa e ignora coisas ruins ao seu redor, acreditando que está em uma utopia. Então é apresentado a palavra liberdade, que tem um uso em jogo mas de forma não muito clara.

Nada sobre raças é apresentado.

Este é um dos cenários mais diferentes de todos ao meu ver, e apesar de não acreditar que chegue ao final (por não ser mainstream) gostaria de ver um mini cenário dele mais completo para OD com certeza.

SMRB Fase 2: CEN-057 Terra Nova

Posted in cenário, resenhas with tags , on Maio 18, 2012 by rsemente

Mas um cenário, estou tentando pegar o embalo e assim terminar o mais rápido possível. Também mudei a metodologia escrevendo a medida que vou lendo, o que pode gerar alguma inconsistência do inicio da minha resenha com o final.

Veja o texto completo no site do concurso, compare com os outros cenário e vote aqui.

E veja as outras resenhas aqui.

CEN-057 Terra Nova

Resumo: Abandone a civilização de Oldarth e viaje a ilha de Newarth, buscando poder riquezas, além de descobrir os mistérios desta terra destruída.

Segundo o resumo este seria mais outro cenário de exploração de um novo mundo, mas não faz referencia se este novo mundo é como as américas ou outra coisa, apenas que “a terra está destruída” (a civilização ou a geografia, fauna e flora?).

Depois de uma simplificada descrição do cenário são apresentadas terras do velho mundo, com reinos de elfos, anões, magos, reis clérigos e gigantes,  com cenários bem interessantes e que por si só parecem dar muito tempo de jogo.

Em seguida vemos o Novo Mundo, e descobrimos que provavelmente era um mundo de fantasia medieval que simplesmente voltou a barbárie por alguma grande catástrofe, e ruínas desses reinos estão em vários locais (são apresentadas três locais e ameaça de tribos barbaras, mas com certeza deve possuir muitos outros locais que não couberam no material do PD).

Vemos também as classes (a adaptação do druida para PD) e uma nova raça de construto (apresentada pela primeira vez do nada). São apresentadas também várias facções, que apesar de bem resumidas são uma das partes mais interessantes do material, incluindo lideres seus níveis raças e classes.

Para finalizar são apresentadas uma nova criatura 9serpente marinha) e um suposto jogo organizado, o desafio do mestre, mas sem nenhum detalhe.

O cenário é bem interessante, mas achei que fugiu um pouco da proposta do resumo, descrevendo mais do velho mundo do que das supostas riquezas e perigos do novo mundo.

SMRB Fase 2: CEN-092 Gaudéria

Posted in cenário, resenhas with tags , , on Maio 18, 2012 by rsemente

Vamos ao 22 cenário classificado na segunda fase do concurso, mais outro cenário ufanista (isso está certo?).

Veja o texto completo no site do concurso, compare com os outros cenário e vote aqui.

E veja as outras resenhas aqui.

CEN-092 Gaudéria

Resumo: Seja um valentes lanceiros negro ou um bravo cavaleiro charrua em um mundo de fantasia clássica fortemente inspirado na cultura gaúcha.

O inicio do texto começa com aquele velho aviso, “este cenário é para PD, é muito divertido…”, mas logo parte para as raças/etnias, o que me deixou confuso no início (mas talvez seja por que eu conheço quase nada da cultura gaucha, pois sou do RN).

As etnias são Charruas, Arias, Ilhotas, Castelhanos e Afros, e dão uma boa gama de opções para o cenário. Não reconheci a etnia dos ilhotas, mas as outras foram bem intuitivas, mas deixa a desejar em como elas seriam usadas no cenário.

As classes são as mesmas do PD, mas vemos uma maior relação das classes com as etnias, sendo algumas delas mais indicadas para uma classe (o que reduz a opção de escolho, por que não ter apenas a classe já ligada com a etnia?).

Em seguida temos uma regra simplificada de combate montado, o que é bem legal, mas deveria vir acompanhado com uma regra de lança contra cavalo (toda moeda tem dois lados).

Como muitos outros, também traz uma lista de armas, mas são todas tipicas do sul, como o laço e boleadeira, mas principalmente estes carecem de um adicional sobre sua capacidade de prender o alvo. Nas armaduras pouco são alteradas, apenas o suposto fato de sua raridade.

Nas magias são apresentados o uso da flor Ipa, com grande poder e um problema relativamente sério (e se o mago nunca acabar a flor?). Também é apresentado a erva iléx, mas sem nenhuma regra (apenas fluffy).

Para finalizar são apresentadas um pouco da economia e da religião, que sem uma explicação mais concisa do cenário (geografia, locais, forma de governo…), explicações que estão contidas de forma esparsa no texto e de forma limitada, não dá pra usar em um jogo sem muita inferência do mestre.

Como não conheço muito a cultura gaucha não senti afinidade nenhuma, nem antes nem agora. Outra coisa que ficou faltando foram as criaturas fantásticas, que não são referenciadas em nenhum canto. Também não vemos nenhum material sobre uma trama, objetivos dos personagens jogadores ou qualquer coisa do tipo.

SMRB Fase 2: CEN-013 Peste Negra

Posted in cenário, resenhas with tags , on Maio 18, 2012 by rsemente

Como o sono ainda não chegou resolvi terminar outra resenha (tá vendo Phil como não me esqueci de você, na verdade quando cheguei no cenário me fez ter vontade de ler para resenhar logo).

Veja o texto completo no site do concurso, compare com os outros cenário e vote aqui.

E veja as outras resenhas aqui.

CEN-013 Peste Negra

Resumo: Do inferno a peste negra vem, engolfando com escuridão cidades inteiras. homens bons tornam-se bestas e os pesadelos caminham sobre a terra.

Um cenário com a premissa inicial parecida com o Cenário Tormenta, mas que logo nas primeiras linhas do texto da segunda fase vemos que é completamente diferente. Aqui temos um efeito maligno que engolfa o mundo de maneira seletiva e aparentemente lenta (como a tormenta), mas existem pessoas destinadas a estudar o efeito da doença (que aparentemente só atinge os seres vivos), os Doutores.

São neles que este material foca, o que faz parecer que o cenário será algo como um filme/conto de terror antigo (como é falado na primeira frase), é com a exclusão das classes magos e clérigos parece que o cenário é exatamente isso, o que acho um grande perigo para o autor, visto que quase matade das opções de jogo do OD e PD são eliminadas (sem contar todo o enorme capitulo de magia).

Vemos também que o doutor nas regras é quase um misto de clérigo e mago, o que pode torná-lo bastante desequilibrado. As magias são chamadas de procedimentos e muitas são apenas mudança do Fluffy de magias conhecidas, faltando apenas a indicação de tempo de aplicação e preparação do procedimento.

Como os procedimentos são “efeitos biológicos” eles não somem rápido e tem efeitos colaterais danosos, o que deixa o doutor mais interessante.  Também é apresentado uma regra de uso do vírus da peste negra, que elimina um efeito danoso temporário por outro permanente, além de adicionar um risco alto de contaminação que pode criar grandes problemas (mas o material não indica quais).

Acho que o cenário tem limitações, mas também tem potencial. Também acho que fugiu foi apresentada pouca coisa mesmo do cenário, se afastando um pouco das coisas que gostaria de saber do resumo (como os homens virarem bestas – provavelmente um efeito colateral do uso/contaminação do vírus).

SMRB Fase 2: CEN-050 Terras de Abadon

Posted in cenário, resenhas with tags , on Maio 18, 2012 by rsemente

Bem, voltei a resenhar os cenários, pois para quem não sabe faço doutorado e tenho um filho e isso as vezes não deixa espaço para escrever uma virgula aqui. Espero que consiga manter o ritmo daqui pra frente e termine isso antes do fim da votação.

Veja o texto completo no site do concurso, compare com os outros cenário e vote aqui.

E veja as outras resenhas aqui.

CEN-050 Terras de Abadon

Resumo: Uma terrível onda mistica devastou o mundo e destruiu o espaço-tempo criando distorções e portais que amalgamaram locais, objetos e seres.

Para começar esse resumo não diz muita coisa sobre o cenário, parecendo mais a grande peste mágica que ocorreu no cenário de Forgotten Realms.

No inicio do texto após um breve resumo do evento que causou a devastação no mundo, temos uma apresentação que fala como o mundo realmente é caótico, com reinos, raças e tecnologias novas a cada esquina. Mas isso é bem raso e creio que o autor se preocupou muito com tornar esse documento simplificado com cara de oficial.

A segunda parte sobre o cenário começa a dar um gostinho de qual pegada o cenário irá pegar, um cenário mais fantástico, e com alguns elementos interdimensional do planescape, como os portais. Estes são descritos logo em seguida, mostrando que realmente foram inspirados completamente ons portais deste cenário, com portais variando do sempre aberto até o que se abre em um instante ou com uma chave incomum (como uma salsicha) ou um gesto.

Também são inclusos alguns elementos de distorções espaço temperais bem ao estilo sala de treinamento do mestre Karin de Dragon Ball, ou o velho tempo perdido como em futurama. Em seguida outro elemento de pura fantasia foi incluído, o que permite personagens bizarros bem ao estilo dos filmes de Guilherme Deltoro (principalmente o mundo das fadas do segundo Hellboy).

Então somos apresentados as facções, não vou esmiúça-las aqui mas elas são muito baseadas no Planescape, e provando que realmente esse cenário foi influenciado pela Dama da Dor.

As clássicas raças anões e elfos são estigmatizadas, sendo aparentemente difícil jogar com um, elemento que não entendi muito bem onde se em caixa na história.

Outra novidade são modificações nas classes, mostrando que os personagens jogadores provavelmente são filhos de abadon, seres com poderes relacionados a distorção espaço-temporal. Os efeitos são bem impressionantes, mas alguns são bem mais fortes que outros, e alguns podem depender mais da sagacidade do jogador, mas a limitação de uma vez por dia limita bem isso, criando um coringa para os jogadores.

SMRB Fase 2: CEN-056 Guardiões da Ordem

Posted in cenário, resenhas with tags , , , on Maio 18, 2012 by rsemente

Começo a ver outro padrão, a existência de cenários sombrios, já são três quase em seguida, isso sem contar com outros que ficaram de fora. Sendo assim a maioria dos cenários até agora são ou mundos sombrios, ou mundos baseados em exploração de novos mundos e baseados no Brasil. Ou seja, parece que a galera tentou fugir do esteriótipo da fantasia medieval, mas teve pouca criatividade para criar um tema inovador.

Veja o texto completo no site do concurso, compare com os outros cenário e vote aqui.

E veja as outras resenhas aqui.

CEN-056 Guardiões da Ordem

Resumo: Uma sociedade governada por uma ordem de paladinos cujo objetivo seria estirpar todo o mal torna-se uma ditadura militar perversa e maligna.

O que li foi muito bom, um cenário bem pé no chão em termos de realismos, narrado pelo ponto de vista de um personagem, e que está cheio de ganchos. temos pelo menos dois grandes inimigos, a ordem de paladinos, e o antigo mal morto vivo (o que permite nesse cenário jogar algo como uma invasão zumbi medieval).

O estilo do jogo deverá tender para o medieval clássico, mas com uma pitada de conspiração e politicagem (dependendo do gosto do mestre e dos jogadores).

Em vez das raças temos quatro etnias, e também apresenta uma classe de paladinos, que pode ser pega pelo personagem (que ao meu ver deverá ser um ingenuo paladino no inicio e depois deverá escolher ser um paladino ditador ou revolucionário).

A história recente do mundo é bem contada, cheia de detalhes, e este é um dos cenários mais promissores até agora, mesmo que o tema mais dark concorra com o próprio legião.

Há só não gostei do nome que é parecido com o Grandes Guardiões (meu cenário :P).

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 277 outros seguidores